Notícia

Despedida

Mulher que foi morta pelo marido em Olinda é velada em Santo Amaro


Publicado em 20.06.2013, às 13:44 / Atualizado em 22.09.2016, às 02:50



Uma família abalada e em silêncio foi a marca do velório de Daniele Solino Fasanaro, 35 anos, nesta quinta-feira (20). A modelo e estilista foi morta a tiros pelo marido, André Cabral Muniz, 27, na frente do filho de 9 anos, nessa quarta-feira (19), no bairro de Casa Caiada, em Olinda. O filho de uma das irmãs de Daniele foi quem avisou à família do crime ao ver o primo sendo mantido refém na televisão.

O filho de Daniele foi mantido como refém por horas. As negociações com a polícia começaram às 11h e, somente duas horas e meia depois, André se rendeu. Ele foi autuado em flagrante por homicídio, cárcere privado e porte ilegal de armas.

Uma amiga da família disse que André era muito violento com ela e com a criança. O casal se conheceu em São Paulo quando Daniele teria ido trabalhar de modelo. Quando se entregou à polícia, André disse que a estilista teria tomado a arma e cometido suicídio. Ele e Daniele eram usuários de drogas. O casal tinha um relacionamento há cerca de cinco anos e, há seis meses, estava morando em Olinda. Segundo parentes e amigos da família da vítima, a relação dos dois era extremamente conturbada.

VEJA MAIS
Homem mata mulher depois de fazê-la refém em Casa Caiada