Notícia

Perigo

Moradores reclamam de muito lixo e escorpiões em ruas de Aguazinha


Publicado em 09.01.2014, às 12:55 / Atualizado em 22.09.2016, às 00:56



Moradores reclamam do frequente aparecimento de escorpiões favorecido pela grande quantidade de lixo espalhado pelas ruas de Aguazinha, em Olinda, no Grande Recife. Lixo, tempo quente e chuvas da época são condições ideais para a sobrevivência do animal. A quantidade de lixo acumulada prolifera pequenos insetos, como baratas, que são alimento do escorpião. Em 2013, 813 pessoas foram picadas por escorpião em Pernambuco. Desde 2010, foram notificados 2.933 casos com cinco mortes. Alguns fatores, como entulhos, contribuem para alta incidência do animal.

Os pais precisam ter atenção redobrada com os filhos. Atitudes como não guardar entulho em casa, manter ralos de esgoto sempre tampados, usar luvas quando fizer a limpeza de quintais e terrenos são cuidados essenciais para prevenir acidentes. Em caso de ocorrências, deve-se ligar para 08000 722 6001.

De acordo com uma especialista, se um adulto for picado ele pode procurar qualquer unidade de saúde mais próxima de sua residência. No caso de crianças, é preciso ter um cuidado maior e a vítima deve ser levada com urgência ao Hospital da Restauração (RH), que, em Recife, é onde tem o soro antiescorpiônico.
 
Em nota, a Prefeitura de Olinda afirmou que, após a morte de um garoto no local, vítima de uma picada de escorpião, fez uma limpeza na área e colocou veneno para matar o animal em 66 casas. O órgão informou também que, até o final do mês, uma equipe será enviada novamente ao bairro para fazer um serviço de manutenção.

A prefeitura pede a colaboração dos moradores para que não descartem lixo nas ruas em locais inadequados. Quem quiser pedir uma vistoria em casa pode ligar para o número 3301-5228.