Notícia

Votação

Alepe não aprova criação de Frente Parlamentar pela Cidadania LGBT

Com bandeiras e cartazes, integrantes do movimento viram a sessão e ficaram insatisfeitos

Publicado em 18.03.2015, às 08:41 / Atualizado em 21.09.2016, às 19:55

Por Site Da TV Jornal

Reprodução/TV Jornal

O projeto que previa a criação de uma Frente Parlamentar pela Cidadania LGBT  foi derrotado na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) nesta terça-feira (17). A ausência de parlamentares não permitiu  número de votos suficientes  pra a aprovação da proposta. Para ser aceita, eram necessários pelo menos 25 votos a favor, mas o requerimento teve 23 votos a favor e 10 contra.

O projeto foi proposto pelo Deputado Estadual Edilson Silva, do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL). De acordo com ele, o objetivo foi trazer para dentro da Alepe o debate sobre os problemas vivenciados pela comunidade LGBT na sociedade, como, por exemplo, a homofobia.

Dos 49 deputados que compõe a Assembleia Legislativa, 15 faltaram a sessão e um não votou. No plenário, os sete deputados que integram a bancada evangélica, liderada por Cleiton Collins, do Partido Progressista (PP), foram contra a proposta.

Com bandeiras e cartazes, integrantes do movimento LGBT acompanharam a sessão e ficaram insatisfeitos com o resultado.