Notícia

Violência

"É estupro", diz delegada sobre assédio a estudante em metrô do Recife


Publicado em 22.09.2016, às 08:18

Por TV Jornal

Reprodução/TV Jornal


O assédio sofrido por uma estudante dentro de um vagão do metrô do Recife, entre as estações Mangueira e Afogados, está sendo considerado estupro, pela delegada Ana Elisa Sobreira, que assumiu as investigações. Inicialmente, o caso foi tratado sem a devida gravidade na Central de Plantões da Capital, onde a vítima e o suspeito foram levados.

"Vamos instaurar um inquérito policial e ouvir o suspeito como autor de um estupro. A vítima se sente ameaçada, já que ele conhece a rotina dela", comentou Ana Elisa Sobreira, na Delegacia da Mulher. O procedimento adotado pelo delegado Flamínio Barros, na Central de Plantões, que ouviu e liberou o suspeito, será investigado pela corregedoria da Polícia Civil.



O assédio

Uma estudante universitária de 21 anos foi apalpada por um homem de 39 dentro de um vagão de metrô do Recife, na tarde desta quarta-feira (21). De acordo com a vítima, na rotina, ela sempre esbarrava com o suspeito no trem e no ônibus.

"Ontem eu perdi o horário e, quando cheguei, ele estava na estação como se tivesse me esperando. Ele (inclusive) esperou para pegar o mesmo vagão que eu", contou a jovem. "Foi aí que ele se aproximou mais e me assediou", completou a estudante. A garota reagiu e o homem foi detido. O caso foi parar na Central de Plantões da Capital, sendo recebido pelo delegado Falmínio Barros.

Os dois, vítima e suspeito, prestaram depoimentos e foram liberados. Devido a conduta adotada pela delegado, que não realizou o flagrante, o homem está foragido.

Veja Também