Notícia

Flagrante

Suspeito de estupro, ex-militar do Exército é preso em Paulista


Publicado em 11.01.2017 , às 08:50

Por TV Jornal

Uma jovem de 16 anos denuncia ter sido estuprada por um ex-militar do Exército, no bairro de Maranguape, em Paulista, no Grande Recife. A vítima teria sido abordada pelo suspeito, identificado como Abdias Ramos da Silva, de 34 anos, quando saía de uma praça e voltava para casa.

"Eu tava voltando, por que minha mãe pediu para eu chegar entre 20h30 e 21h. Próximo ao mercado que tem lá, tinha um carro parado com o homem do lado de fora. Ele botou a arma na minha barriga, mandou eu abaixar a cabeça e entrar no carro", contou a jovem. Ainda de acordo com ela, o suspeito a obrigou a ir a um motel e depois deixou ela em um local próximo da praça onde foi abordada.

"Eu nunca tinha visto ele, mas ele disse que já tinha me visto. Ele ainda parou em uma farmácia e comprou remédio para mim", pontuou a adolescente. O caso foi parar na Delegacia da Criança e do Adolescente de Paulista. O suspeito foi detido e com ele encontrado uma faca peixeira, uma touca e um revólver calibre 38.

Reprodução/TV Jornal

Defesa

Em depoimento, o ex-militar do Exército se defendeu e contou que tudo foi consentido. "Não houve estupro, foi de livre vontade. Decidimos sair depois de uma conversa e fomos para a orla marítima. Na volta, entramos no hotel", falou Abdias Ramos da Silva.

O suspeito foi autuado em flagrante pelo porte ilegal de arma, teve a fiança arbitrada, mas não conseguiu pagar. Com isso, foi preso para ser encaminhado para uma Audiência de Custódia, nesta quarta-feira (11). De acordo com o delegado Antônio de Campos, o crime de estupro ainda está sendo investigado. "Ao longo do processo vamos anexar peças do caso contra a adolescente", finalizou.

Veja Também