Notícia Investigação

Suspeito de assassinar fisioterapeuta é autuado por homicídio qualificado


Publicado em 06.04.2017 , às 09:50 / Atualizado em 06.04.2017 , às 10:51

Por TV Jornal

Reprodução/TV Jornal

O comerciante Edvan Luiz da Silva, 29 anos, foi autuado em flagrante por homicídio triplamente qualificado pela morte da fisioterapeuta Tássia Mirella Sena de Araújo. O crime aconteceu na manhã desta quarta-feira (5) dentro de um flat em Boa Viagem, na Zona Sul do Recife.

O suspeito era vizinho da vítima e foi preso horas depois do crime. A polícia chegou ao comerciante após identificar marcas de sangue próximo à porta do apartamento dele. Peritos do Instituto de Criminalística (IC) conseguiram visualizar os vestígios na maçaneta e no corredor do edifício utilizando a substância luminol.

Na tarde de ontem, Edvan Luiz da Silva foi levado para a sede do Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) com o rosto coberto por um capuz. Após quatro horas de ouvida, ele foi encaminhado para o Instituto de Medicina Legal (IML), onde fez exame de corpo de delito.

De acordo com o gestor do DHPP, o delegado Ivaldo Pereira, o comerciante nega participação no crime, mas entrou em contradição ao responder algumas perguntas feitas pelos agentes. Os detalhes da autuação serão apresentados em uma coletiva de imprensa na início da tarde desta quinta-feira (6)



Audiência de custódia

A Justiça definirá nesta quinta-feira (6) o destino do suspeito. De acordo com Abraão Nascimento, advogado de Edvan Luiz, uma audiência de custódia será realizada no Fórum Desembargador Rodolfo Aureliano, na Ilha Joana Bezerra, às 13h, para decidir se ele será preso ou não.

Amigos e familiares da jovem estão revoltados com a possibilidade de soltura do suspeito e organizam um protesto na frente do fórum durante a audiência.

Reprodução/TV Jornal

O crime

A fisioterapeuta Tássia Mirela Sena de Araújo, de 28 anos, foi encontrada morta dentro de um flat na Rua Ribeiro de Brito, no bairro de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife. Por volta das 7h, vizinhos escutaram gritos de socorro e acionaram a polícia.

De acordo com o perito Tadeu Cruz, que esteve no local do crime, a vítima foi encontrada despida e com um corte profundo no pescoço provocado por uma faca. Um vídeo obtido com exclusividade pela Rádio Jornal mostra o suspeito chegando ao prédio e no elevador indo em direção ao imóvel.


Veja Também