Notícia Tráfico

Tiroteio durante operação deixa PMs gravemente feridos em Olinda


Publicado em 14.06.2017 , às 17:52 / Atualizado em 15.06.2017 , às 08:17

Por TV Jornal

Reprodução/TV Jornal

Dois policiais militares foram baleados, na tarde desta quarta-feira (14), após uma troca de tiros com criminosos, no bairro de Ouro Preto, em Olinda, na Região Metropolitana do Recife. De acordo com a assessoria da Polícia Militar, os agentes realizavam buscas em uma residência localizada na Rua Golfinho, por causa de uma suspeita de que a casa funcionava como ponto de tráfico de drogas.

Quando chegaram ao local, os policiais foram recebidos com tiros disparados por dois homens. Após a troca de tiros, os PMs foram socorridos para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Cidade Tabajara. A polícia informou que os dois suspeitos abordaram um motorista que passava pela localidade, em um carro preto, e o obrigaram a dirigir para que eles fugissem. Depois, os homens deram continuidade à fuga a pé. O veículo já foi encontrado pela polícia, e o motorista, apesar do susto, não ficou ferido. 



Segundo a polícia, as havia três mulheres dentro da residência, e elas foram encaminhadas à Delegacia de Peixinhos, onde prestam depoimento por suspeita de ligação com os atiradores. Na casa, foram apreendidas pela duas armas de fogo, uma motocicleta e uma tornozeleira eletrônica. Devido à apreensão da tornozeleira, o endereço de um dos suspeitos já foi descoberto. O caso será investigado pelo delegado Eronides Menezes, titular da Delegacia de Peixinhos.

Estado de saúde

Os policiais em questão foram identificados como o sargento Ricardo Sales dos Santos e o cabo Isaldo Ferreira da Silva. Os dois foram encaminhados para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Cidade Tabajara, e em seguida transferidos. O primeiro PM foi levado em estado grave para o Hospital da Restauração, localizado no Derby, área Central do Recife, onde morreu. Já o cabo foi encaminhado para o Hospital Miguel Arraes, em Paulista, Região Metropolitana do Recife, e passa por cirurgia. Além deles, havia um terceiro policial na ocorrência, que, segundo a polícia, sofreu apenas pequenas escoriações e passa bem.

 


Veja Também