Notícia Protesto

Taxistas tentam agredir presidente do sindicato após protesto


Publicado em 19.06.2017 , às 19:05 / Atualizado em 19.06.2017 , às 21:57

Por TV Jornal

Reprodução/TV Jornal

Taxistas do Grande Recife protestaram, nesta segunda-feira (19), contra a liminar concedida em outubro de 2016, que garante a motoristas autônomos vinculados à empresa Uber o direito de trabalhar no serviço privado de transporte individual. O grupo saiu em carreata da frente do Classic Hall, em Olinda, até o Fórum Desembargador Rodolfo Aureliano, na Ilha Joana Bezerra, área central do Recife, onde se reuniu, durante a tarde, com o juiz Luiz Rocha.

Durante a reunião, eles foram informados de que o Sindicato dos Taxistas de Pernambuco não tinha entrado com nenhum tipo argumento contra a liminar, e que por isso não havia nada que pudesse ser feito para que ela deixasse de valer. Revoltados, os taxistas se dirigiram à sede do sindicato, na Avenida Mascarenhas de Morais, no bairro da Imbiribeira, Zona Sul do Recife, onde tentaram agredir o presidente e praticar vandalismo.

O tumulto foi contido, e o presidente prometeu se reunir, nesta terça-feira (20), com representantes dos taxistas de todas as cidades, e com uma comissão formada pelos motoristas que participaram do ato. 



PROTESTOS

Em março, o Uber completou um ano de funcionamento no Recife em meio a polêmicas. Ao longo desse período, vários protestos foram realizados por taxistas contra o funcionamento do serviço, que foi inicialmente bem avaliado pelos usuários devido à qualidade e aos baixos preços das corridas.

Em outubro do ano passado, uma liminar concedida pelo juiz Haroldo Carneiro Leão, da 7ª Vara da Fazenda Pública da Capital, garantiu aos motoristas o direito de trabalhar no serviço, proibindo a Prefeitura do Recife autuá-los. Em Olinda e Jaboatão dos Guararapes, o Ministério Público Federal enviou um pedido para que as prefeituras não aplicassem leis que proíbam o uso de carros particulares cadastrados em aplicativos.

Desde o funcionamento, o aplicativo tem passado por mudanças, como dar possibilidade de os usuários pagarem suas corridas em dinheiro e retirar o multiplicador do preço dinâmico das corridas.


Veja Também