Notícia Piedade

Câmera registra pânico e correria durante assalto a centro espírita


Publicado em 06.07.2017 , às 21:05 / Atualizado em 06.07.2017 , às 22:47

Por TV Jornal

Uma câmera que filmava a palestra do psicólogo Liszt Rangel, no Grupo Espírita Amor ao Próximo (GEAP), na noite dessa quarta-feira (5), em Piedade, Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife, registrou o desespero das pessoas que estavam presentes no momento em que criminosos chegaram ao local para realizar um assalto

Nas imagens, é possível ver quando o palestrante pede para que as pessoas tenham calma e levantem os braços. Também pode-se ouvir gritos e um barulho que se assemelha a tiros, provocando ainda mais pânico. Além disso, é possível ouvir vozes que parecem ser dos suspeitos, ameaçando os presentes e dizendo para levantarem as camisas e entregarem seus pertences.

Reprodução/TV Jornal

Investigação

Segundo informações da assessoria de comunicação da Polícia Civil de Pernambuco, divulgadas no final da tarde desta quinta-feira (6), foram encontrados indícios, durante a investigação, de que o Policial Militar Alexandre Alves de Melo, 38 anos, morto na noite dessa quarta-feira (5), em um assalto que aconteceu durante uma palestra em um Centro Espirita, em Piedade, Jaboatão dos Guararapes, pode não ter reagido. O policial estava sendo apontado como o autor de disparos efetuados contra os suspeitos, que causaram a morte de um deles.

Ainda segundo a polícia, havia outro PM no local, que estava no primeiro andar do centro. Ao ouvir os disparos, esse policial teria descido e trocado tiros com os criminosos. Dois morreram no local, e um terceiro ficou ferido, e foi encontrado na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Imbiribeira, na Zona Sul do Recife. Outros quatro assaltantes conseguiram fugir, e o carro utilizado por eles foi encontrado pela polícia na tarde desta quinta-feira (6), sujo de sangue. 



A Polícia Civil designou o delegado Ian Campos para assumir as investigações. Ele é da divisão de homicídios sul do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Entenda o caso

Sete homens invadiram o centro espírita Grupo Espírita Amor ao Próximo (GEAP), em Piedade, Jaboatão dos Guararapes, na noite da quarta-feira (5) e anunciaram o assalto. No centro, cerca de 200 pessoas acompanhavam a palestra do psicólogo Liszt Rangel. Uma dessas pessoas era Alexandre Alves de Melo, cabo da Polícia Militar.

Ele reagiu à investida dos bandidos e houve troca de tiros. O policial e dois suspeitos morreram no local. Uma professora que também assistia à palestra, identificada como Luiziana de Barros Correia Nunes, 57 anos, também morreu na hora. Outras três pessoas ficaram feridas, dois frequentadores do centro e um suspeito.

 


Veja Também