Notícia Piedade

Vídeo mostra correria e desespero em centro espírita alvo de bandidos


Publicado em 06.07.2017 , às 12:30 / Atualizado em 06.07.2017 , às 13:36

Por TV Jornal

Um vídeo gravado instantes depois do Grupo Espírita Amor ao Próximo (GEAP) ser alvo de bandidos, na noite desta quarta-feira (5), mostra a correria e o desespero das pessoas que foram baleadas e tiveram parentes e amigos feridos. Nas imagens, é possível ver as vítimas caídas ao chão, sendo reanimadas, e vários frequentadores do centro espírita tentando consolar uns aos outros. Um barulho que se assemelha a tiros é ouvido e provoca ainda mais pânico. O vídeo precisou ser desfocado devido às imagens fortes e a quantidade de sangue que há no local.

A ação dos bandidos aconteceu por volta das 21h e terminou com quatro mortes, entre elas, a de um policial e a de uma frequentadora do centro espírita. No momento do anúncio do assalto, o psicólogo Liszt Rangel fazia uma palestra.

Em entrevista, ele contou que cinco homens teriam invadiram o local com arma em punho, fazendo o marido de uma mulher refém. Eles estavam bastante agitados e exigiam a todo momento que as pessoas entregassem objetos de valor. De acordo com o palestrante, foi durante um descuido do assaltante que o policial reagiu.

Durante o tiroteio, dois, dos cinco assaltantes, fugiram. Os outros três ficaram e foram baleados. A frequentadora do local Luiziana de Barros Correia Nunes, 57 anos, que tinha pego o celular para chamar a polícia, também foi atingida e não resistiu. O policial Alexandre Alves de Melo, 29 anos, foi atingido na cabeça, chegou a ser socorrido, mas não resistiu.



Reprodução/TV Jornal

Investigação

A Polícia Civil designou o delegado Ian Campos para assumir as investigações. Ele é divisão de homicídios do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Durante a madrugada desta quinta-feira (6), a delegada Gleide Ângelo iniciou a colhida de informações. De acordo com ela, pelo menos sete homens estão envolvidos no crime.

"Cerca de sete participaram da ação. Sabemos de uma moto deixada no local, que era do bandido morto, e um carro preto, que seria usado para dar fuga. Vamos periciar e identificar os outros envolvidos", comentou a delegada. Todos os pertences roubados foram abandonados em sacolas no próprio centro espírita, assim como as armas usadas no crime.

Reprodução/TV Jornal

Enterro

O enterro do policial Alexandre Alves de Melo, 29 anos, será no Vale da saudade, em Igarassu, as 17h. A informação foi repassada por familiares do PM. Já a professora Luiziana de Barros Correia Nunes, 57 anos, que frequentava o Grupo Espírita Amor ao Próximo (GEAP), vai ser nesta sexta-feira (7), às 11h, no Parque das Flores.


Veja Também