Notícia Apelo

Menina com autismo, microcefalia e paralisia cerebral precisa de ajuda


Publicado em 16.07.2017 , às 18:01

Por TV Jornal

 

No bairro de Prazeres, em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife, uma mulher luta para criar a filha de cinco anos que tem paralisia cerebral, autismo e microcefalia. Por causa da falta de remédios, a menina tem crises o tempo todo, e fica se agredindo e se machucando.

Para piorar a situação, a única renda da família é o salário mínimo a que criança tem direito. A mãe se dedica à filha em tempo integral, e o pai está desempregado, por isso, falta o básico pra a sobrevivência dos três e os remédios para a criança, que custam muito caro.



A menina precisa tomar "Neuleptil" de 4%, para dormir, "Primid" e "Depakene" para as convulsões e o calmante Risperidona, mas nem a Prefeitura nem o Governo do Estado fornecem essas medicações. Além disso, a mãe está desesperada para conseguir atendimento psiquiátrico para a criança, pois todos os hospitais onde já tentou estão cheios e a colocam em uma longa fila de espera. Quem quiser ajudar essa família, pode entrar em contato pelo número (81) 98898-0352.

Reprodução/TV Jornal

Resposta

A Prefeitura de Jaboatão informa que a Gerência de Saúde Mental já fez contato com a família da criança, e que nesta segunda-feira (17), a menina será avaliada por uma equipe no Centro de Atenção Psicossocial Infantil (CAPSI). Ainda segundo a prefeitura, a partir do resultado avaliação é que a garota e a família receberão a assistência necessária.