Notícia Maternidade

TV Jornal faz debate sobre os problemas na assistência ao parto em PE


Publicado em 10.09.2017 , às 16:12

Por TV Jornal

Reprodução/TV Jornal

A TV Jornal exibiu esta semana a série de reportagens "A dor do desrespeito", abrindo espaço para tratar de um direito humano que vem sendo violado: o de parir com dignidade e respeito. As deficiências na assistência ao parto em Pernambuco, a violência obstétrica, que vem causando danos, muitas vezes, irreparáveis, e a necessidade de buscar a humanização do parto, são alguns temas abordados na série "A Dor do Desrespeito", exibida nos telejornais da emissora.

Para aprofundar mais a discussão, foi exibido, nesse sábado (9), um debate sobre o assunto, apresentado pela jornalista Sílvia de Oliveira. Participaram do programa especial a promotora de Justiça de Defesa da Cidadania da Capital, Maria Ivana Botelho, o presidente do Conselho Regional de Medicina (Cremepe), André Dubeaux, as integrantes do Comitê Estadual de Mortalidade Materna (CEMM-PE), Júlia Morim e  Sandra Valongueiro, a enfermeira obstétrica e fundadora do Partejando e Cia, Fernanda Vital, e o obstetra e diretor do Cisam, Dr. Olímpio de Moraes.



Conteúdo extra

Você pode acessar o site do especial para assistir às matérias da série de reportagens "A Dor do Desrespeito", compartilhar a sua história conosco e ter acesso a conteúdo exclusivo sobre o tema.

Resposta

A produção da TV Jornal entrou em contato com a Secretaria de Saúde de Pernambuco (SES), responsável pela administração da rede pública estadual de assistência ao parto, para que ela participasse do debate e da gravação das entrevistas para as reportagens. No entanto, ninguém se disponibilizou a participar.


Veja Também