Notícia DOAÇÃO

Homem que perdeu braço em acidente de ônibus precisa de ajuda


Publicado em 12.09.2017 , às 09:32 / Atualizado em 12.09.2017 , às 11:18

Por TV Jornal

Reprodução/TV Jornal

Um homem de 30 anos que teve o braço amputado depois de sofrer fratura ao colocá-lo para fora de ônibus, está desempregado e pede ajuda. Segundo José Ricardo Nascimento, a vítima, a empresa responsável pelo ônibus da linha Ouro Preto/ Rio Doce, na qual aconteceu o acidente, não ofereceu suporte. José Ricardo está desempregado, e contou que, depois do acidente, gastou cerca de R$ 300 só com medicamentos.

O caso

O desempregado teve o braço direito fraturado enquanto trafegava em um ônibus, na Avenida Getúlio Vargas, em Olinda. O passageiro estava com o braço direito para fora da janela e acabou atingido o membro em um poste com o veículo em movimento. O homem acredita que faltou atenção do motorista na hora da manobra, e que ele poderia ter sido alertado.



José Ricardo também afirma que o poste no qual o braço dele foi bateu está posicionado de forma irregular. Ele foi socorrido para o Hospital Tricentenário, também em Olinda, e depois transferido para o Hospital Miguel Arraes, em Paulista, onde teve o braço amputado e ficou internado até a última sexta-feira (8). 

Ajuda

Quem puder ajudar José Ricardo Nascimento pode entrar em contato pelo número 98384-7370.

Resposta

Nossa equipe entrou em contato com o Sindicato dos Donos das Empresas (Urbana-PE), que até o momento não respondeu a denúncia do passageiro. Por meio de nota, a Secretaria de Serviços Públicos de Olinda, informou que não há qualquer lei que determine ou fiscalize o posicionamento de postes na cidade. A Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) informou que mandou uma equipe ao local e constatou que o poste obedece as normas técnicas. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Peixinhos.


Veja Também