Apesar do histórico, suspeito de matar estudante estava em liberdade