Agreste

Crianças são atacadas por enxame de abelhas em escola de Caruaru

Publicado em 28/11/2018 às 19:34
Leitura:

O Samu foi acionado e as crianças foram levadas para a UPA de Vassoural, em Caruaru-Foto: Reprodução / Google Street View

Um grupo de 24 crianças foi atacado por um enxame abelhas na tarde desta quarta-feira (28) na Escola Municipal Professor Leudo Valença, em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. A Secretaria de Educação da cidade disse que os alunos precisaram receber atendimento médico em virtude de ataque dos insetos.

A gestora da escola disse que o ataque de abelhas aconteceu no final da tarde, horário em que as crianças têm atividade recreativa no "espaço esportivo", localizado na área externa da unidade de ensino.

Uma das crianças machucadas foi o filho de Manoel Magalhães. Ele informou que só foi avisado sobre o caso quando uma colega do filho ligou e mencionou a história. "Tentei ligar para o colégio, me comunicar com a direção mas não obtive respostas. Eu acho um absurdo, uma criança sofre com um acidente como esse e ninguém da diretoria do colégio liga para os pais para dar uma satisfação", explica indignado.

Foram necessárias três ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) para transportar todas as crianças até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro de Vassoural. As crianças foram levadas à unidade de saúde acompanhadas de funcionários da escola. Elas já foram medicadas e passam bem.

Isolamento

O Corpo de Bombeiros esteve no local onde as abelhas atacaram as crianças para fazer o isolamento da área. A retirada da colmeia deve acontecer ainda nesta quarta-feira.

Veja a nota emitida pela Secretaria de Educação de Pernambuco:

A Secretaria de Educação esclarece que as 24 crianças da Escola Municipal Professor Leudo Valença que foram picadas por abelhas, no fim da tarde desta quarta-feira (28), já foram atendidas e passam bem. De acordo com a gestora da unidade de ensino, Eliana Tabosa, elas estavam no espaço esportivo, que fica na área externa, no momento da ocorrência. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado de imediato. Três ambulâncias foram até o local e funcionários da escola foram mobilizados para acompanhar os estudantes. Eles foram encaminhados para UPA do Vassoural onde estão sendo medicados e não correm risco. Uma equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada para inspecionar o local.

+VÍDEOS