DENúNCIA

Moradores de Cajueiro precisam comprar água por falta de abastecimento

TV Jornal

-Foto: Cortesia

Moradores do bairro de Cajueiro, na Zona Norte do Recife, denunciam problemas com o abastecimento de água na região. A reclamação é que, desde fevereiro, não chega água às torneiras de várias ruas e de bairros adjacentes. Em uma postagem feita em uma página do bairro, no Facebook, há mais de 100 denúncias sobre falta de água.

A população também reclama que, segundo o calendário divulgado no site da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), o bairro possui abastecimento regular nos sete dias da semana. Eles alegam que isso não é verdade e, desde o ano passado, o abastecimento é irregular.

Na Rua Coronel Urbano Ribeiro de Sena, moradores reclamam que, desde o ano passado, até quando a água chega, ela não tem pressão para chegar a andares superiores ou encher reservatórios. "Desde o ano passado a gente não sabe quando vai ter água e até que horas ela fica. Quando tem, chega pingando, só dá para encher baldes. Não adianta nem ter caixa, porque a água não sobe", relata a moradora Kátia Costa.

Na Rua Maria Cristina Tasso de Souza, os moradores denunciam que estão precisando comprar água mineral e chamar carros-pipa para suprir necessidades básicas. "Minha mãe é idosa, tem um  monte de idosos e pessoas doentes aqui, precisam de água. Se eu fizesse uma coisa ruim, num instante vinham me prender, mas como tô pedindo água para a minha mãe, ninguém aparece. A gente paga a conta da Compesa e tem que ficar comprando água. Não tem condições de comprar água mineral e ficar gastando com carros-pipa", desabafa a moradora Marcela Constantino.

Questionamento

A população se reuniu com a Compesa e teve um retorno de que o problema seria produção baixa de água do Sistema Integrado Tapacurá/Alto do Céu, que seria responsável pelo abastecimento do bairro. No entanto, a resposta gerou dúvidas, visto que, segundo os moradores, a parte alta do bairro está recebendo água normalmente. "Como é que tem água normal em algumas casas e nas ladeiras, e na parte baixa não tem, se é um problema no sistema todo?", questionou a moradora Conceição de Lourdes.

Além disso, os moradores da Rua Maria Cristina Tasso de Souza receberam uma visita de uma equipe da Compesa e foram informados que o problema na área estaria sendo causado por um cano mestre quebrado na Rua Hercília de Medeiros. A equipe teria consertado o dano nessa terça-feira (19), mas o abastecimento ainda não foi normalizado.

Ar na torneira 

Imagens enviadas por moradores para o WhatsApp do Por Dentro com Cardinot, na sexta-feira (15), mostraram que uma tubulação, localizada na Rua Couto Soares, está com problemas e a única coisa possível de se obter do cano é ar. Segundo os residentes, a situação acontece há cerca de uma semana. 

Resposta da Compesa

Confira, na íntegra, a resposta da Compesa sobre esses problemas:

A Compesa informa que está desenvolvendo ações com vistas à melhoria do abastecimento de água do bairro de Cajueiro. A Compesa esclarece também que está realizando a substituição de tubulações em ruas da localidade, bem como verificando a existência de pontos de obstrução na rede de abastecimento. A Companhia espera finalizar essas intervenções com brevidade.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.