ESTRADA DE ALDEIA

Preso outro suspeito de participar da morte de dono de parque aquático

O empresário foi morto após trocar tiros com cerca de 15 a 20 homens, na Estrada de Aldeia

Preso outro suspeito de participar da morte de dono de parque aquático

O crime aconteceu no dia 23 de abril - Foto: Reprodução/TV Jornal

 

Foi preso mais um suspeito de envolvimento na morte do empresário Mário Gouveia,  de 79 anos, no dia 23 de abril. A vítima era dona de um parque aquático, na Estrada de Aldeia, em Paudalho, na Zona da Mata de Pernambuco.
O homem detido foi identificado como Leandro Lucas da Silva, de 28 anos.

Ele foi preso em Chã de Cruz e levado para a Delegacia de Camaragibe. Contra ele, havia um mandado de prisão em aberto por uma tentativa de homicídio em 2016/ Ele prestou depoimento e em seguida foi levado para o Centro de Observação Criminológica e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, no Grande Recife.

Veja a reportagem

Prisões

Além de Leandro, outros quatro suspeitos de estarem envolvidos no crime foram presos. Eles foram detidos no dia 24 de abril e identificados como Luciano Josuel de Santana, Cícero Romão Henrique da Silva Pino, Leonardo Nascimento Silva e Rodrigo Gomes da Silva. Os quatro passaram por audiência de custódia e tiveram a prisão em flagrante convertida em prisão preventiva. Eles também foram levados para o Cotel.

O crime

O proprietário do Parque Águas Finas, Mário Gouveia Cavalcanti Júnior, de 79 anos, foi morto após trocar tiros com cerca de 15 a 20 homens, que invadiram a sua residência, localizada no mesmo terreno do parque, na madrugada do dia 23 de abril. Os criminosos tentavam roubar a sua coleção de armas, guardadas dentro da casa. Mário chegou a ser socorrido de helicóptero por um funcionário para um hospital particular do Recife, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.