ESPECIALISTA RESPONDE

Coronavírus: uso de barba aumenta chances de contaminação?

A barba faz parte do universo masculino e está no rosto de muitos homens.

Coronavírus: uso de barba aumenta chances de contaminação?

Manter a barba aumenta as chances de contrair o novo coronavírus? Especialista responde. - Foto: Reprodução/TV Jornal

A barba faz parte do universo masculino e está no rosto de muitos homens, mas, nos últimos dias, muita gente optou por retirar os pelos. O motivo dessa nova tendência está ligado ao medo de que os pelos no rosto possam representar maior risco de contrair o novo coronavírus (Covid-19). 

Famosos aderiram o movimento. Grafite, ex-jogador de futebol e, atualmente, comentarista esportivo, postou uma foto sem barba em seu twitter com a #SemBarbaContraaCovid19. 

A dúvida de muitas pessoas é: será que toda essa precaução e preocupação são realmente necessárias? A reportagem da TV Jornal foi em busca da resposta. 

De acordo com Jorge Luiz Araújo, especialista em biossegurança, apenas profissionais que atuam na área da saúde devem retirar os pelos do rosto, por estarem em contato direto com pessoas infectadas pelo vírus.

>> Avanço do coronavírus afeta preço da gasolina; veja situação no Recife

>> Estudantes da UFRPE criam app para ajudar no combate ao coronavírus

Ele garante que, fora desse grupo, não há comprovação de que homens com barba tenham mais riscos de contágio com a Covid-19.

Higienização

Apesar de não ser necessária a retirada da barba por parte das pessoas que não atuam na área de saúde, a dermatologista Emília Almeida ressalta que é importante manter a barba bem cuidada e, principalmente, higienizada.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.