Transporte Público

Rodoviários impedem saída de ônibus no Grande Recife nesta quarta (9)


 Alegando não cumprimento da lei da dupla função, rodoviários impedem saída dos ônibus nesta quarta-feira (9), em garagens do Grande Recife

Karina Costa Albuquerque Karina Costa Albuquerque
Karina Costa Albuquerque
Karina Costa Albuquerque
Publicado em 09/12/2020 às 7:17
Day Santos/Jc Imagem
FOTO: Day Santos/Jc Imagem
Leitura:

Os Rodoviários estão realizando uma paralisação, na manhã desta quarta-feira (9), para cobrar a volta dos cobradores aos coletivos.

Motoristas de, pelo menos, quatro empresas de ônibus não estão tirando os veículos das garagens, na Região Metropolitana do Recife. A categoria alega o não cumprimento da lei que encerra a dupla função dos motoristas.

>> Alegando não cumprimento da lei da dupla função, rodoviários impedem saída dos ônibus nesta quarta (9) no Grande Recife

Apenas ônibus com cobradores

As empresas Metropolitana, Transcol e Caxangá ficaram com os ônibus parados, na manhã desta quarta. Segundo o Sindicato dos Rodoviários, apenas ônibus com cobradores poderão deixar as garagens, a partir de hoje.

"(As empresas)Descumpriram tudo que foi mediado pelo Tribunal Regional do Trabalho. Ficou acordado a volta dos cobradores, com participação do Governo do Estado. Teve a portaria publicada pelo Governo do Estado sobre o assunto, mas as empresas não estão cumprindo. Também não estão cumprindo a estabilidade de seis meses. As empresas continuam afrontando o judiciário e o Governo do Estado. O sindicato está aqui para fiscalizar. Os ônibus só saem com cobradores, assim como determina a portaria", disse Aldo Lima, presidente do Sindicato dos Rodoviários.

>> Geraldo Julio sanciona Projeto de Lei que proíbe a dupla função de motoristas de ônibus no Recife

>> Mesmo com lei, fim de dupla função de motoristas nos ônibus do Recife segue sem previsão

>> Lei que proíbe dupla função de motoristas nos ônibus do Recife entra em vigor em 3 de dezembro

Terminal da Macaxeira

Quem passou pelos terminais do Barro e da Macaxeira enfrentou muitos transtornos para conseguir embarcar nos ônibus. Antes das 7h o terminal da Macaxeira já estava lotado. Nas filas, aglomeração e muita gente reclamando da demora dos ônibus e da desorganização no local. Até a Polícia Militar foi acionada para fazer a segurança no terminal.

De acordo com funcionários do Grande Recife Consórcio de Transporte, das cinco empresas de ônibus que operam no terminal, duas não saíram das garagens no início da manhã porque estavam sem cobrador.

Para reforçar a frota, o consórcio disponibilizou outro coletivos, mas segundo os passageiros a quantidade não foi suficiente para atender a demanda e quando os ônibus chegavam saiam lotados.

Guabiraba

Em uma garagem no bairro da Guabiraba, na Zona Norte, os ônibus também ficaram estacionados no pátio nenhum seguiu para o Terminal da Macaxeira.

Terminal do Barro

Já no terminal do Barro, na Zona Oeste do Recife, outra empresa reforçou a operação com dois coletivos que fizeram uma linha extra e por volta das 9h horas da manhã o movimento de passageiros estava tranquilo.

Terminais do Xambá e Joana Bezerra

Transtorno também para os passageiros que circularam nos terminais de Xambá e Joana Bezerra. Eles dependiam das linhas de ônibus de algumas empresas que amanheceram com as garagens bloqueadas pelo sindicato dos rodoviários.

Sindicato dos Rodoviários

Confira, na íntegra, o anúncio feito pelo Sindicato dos Rodoviários:

Na manhã desta quarta-feira, 9 de dezembro, o Sindicato dos Rodoviários está presente na garagem das empresas de ônibus para fiscalizar a aplicação da portaria 167/2020, que garante a presença do cobrador nos ônibus do Recife e Região Metropolitana. Os ônibus só estão sendo liberados para rodar com a presença do cobrador de ônibus, conforme a lei.

>> Prazo para fim da dupla função de motoristas e volta dos cobradores nos ônibus do Grande Recife é ampliado

>> Motorista de ônibus da Região Metropolitana do Recife desabafa sobre dupla função no trabalho

>> TRT proíbe novos protestos de rodoviários na Região Metropolitana do Recife

>> Empresas de ônibus não querem encerrar dupla função de motoristas e contratar cobradores, afirma Sindicato dos Rodoviários

Nota da Urbana

Confira a nota do Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros no Estado de Pernambuco (Urbana-PE), na íntegra:

A Urbana-PE informa que foi surpreendida com mais uma paralisação ilegal do transporte público realizada pelo Sindicato dos Rodoviários, que está impedindo a saída dos ônibus de algumas garagens da Região Metropolitana do Recife. As empresas estão tomando as providências necessárias para assegurar a operação de todas as linhas programadas para esta quarta-feira (09).

A Urbana-PE reitera que as suas associadas têm cumprido todas as cláusulas referentes ao dissídio coletivo da categoria acordadas em mediação promovida pelo Tribunal Regional do Trabalho.

Esclarece também que questionou o Grande Recife Consórcio de Transporte quanto à aplicação e abrangência da Lei 18.761/202, tendo a Procuradoria do Estado de Pernambuco (PGE) se manifestado sobre a sua inaplicabilidade no Sistema de Transporte Público de Passageiros da Região Metropolitana do Recife. Logo, a reestruturação de cerca de 67% da frota de ônibus, isto é, 1616 veículos, não pode ser realizada de forma intempestiva e sem as garantias legais de que será mantida.