Protesto

Petroleiros fazem ato em apoio à greve dos caminhoneiros e contra alta de combustíveis


Os Petroleiros têm pautas em comum com os caminhoneiros e estão apoiando o movimento, em todo o Brasil.

Karina Costa Albuquerque Karina Costa Albuquerque
Karina Costa Albuquerque
Karina Costa Albuquerque
Publicado em 01/02/2021 às 8:09
Reprodução/TV Jornal
FOTO: Reprodução/TV Jornal
Leitura:

Petroleiros fazem um ato contra alta de combustíveis e gás de cozinha, em Prazeres, Jaboatão dos Guararapes, no grande Recife, na manhã desta segunda (1º).

>>> Veja como estão as estradas do Brasil na manhã desta segunda-feira (1º), após convocação de greve dos caminhoneiros.

O protesto, em apoio à Greve dos Caminhoneiros, que tem início também nesta segunda, 1º de fevereiro, acontece em um posto, no km 83 da BR-101, sentido Litoral Sul de Pernambuco.

Acompanhe a cobertura do Bronca 24h, ao vivo, a partir do minuto 22.

>> Greve dos Caminhoneiros: Justiça proíbe bloqueio de rodovias; veja quais

>> Greve dos caminhoneiros: veja as reivindicações da categoria

>> Greve dos Caminhoneiros: Veja como estão as estradas na manhã desta segunda (1º) pelo Brasil

Bloqueios no Estado

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), não há ponto de bloqueio dos caminhoneiros em Pernambuco.

Ato

O Sindicato dos Petroleiros de Pernambuco tinha planejado fazer um ponto de apoio à categoria, e aconteceu uma distribuição de marmitas para os caminhoneiros que ficam estacionados no posto, na manhã de hoje.

No local, também há concentração de representantes dos metalúrgicos e de movimentos sociais.

A partir das 11h, os Petroleiros têm outro ato programado, no Centro do Recife, com doação de botijões de gás, em protesto aos altos preços do produto.

>> Greve dos Caminhoneiros ganha apoio de mais uma entidade; Bolsonaro se pronuncia

>> Greve dos Caminhoneiros em fevereiro: confira o que se sabe até agora

>> Bolsonaro indica que não conseguirá reverter aumento de R$ 0,09 do diesel e caminhoneiros sinalizam greve

Reivindicações

Os petroleiros possuem pautas em comum com os caminhoneiros, segundo Rogério Almeida, coordenador geral do Sindicato dos Petroleiros de Pernambuco, como o pedido de redução dos preços dos combustíveis e o fim do Preço de Paridade Internacional (PPI).

Ele disse também que os Petroleiros estão apoiando o movimento dos caminhoneiros, em todo o Brasil.

>> Apelamos para eles que não façam greve", diz Bolsonaro sobre paralisação dos caminhoneiros

>> Sob pressão de nova greve dos caminhoneiros em fevereiro, governo cede a pedidos da categoria

>> Nova greve de caminhoneiros: entidade com 800 mil motoristas apoia paralisação a partir de segunda-feira