Crime

Homens invadem casa, matam jovem com mais de 20 tiros e deixam três feridos no Cabo de Santo Agostinho

Três amigos do jovem, que estavam na casa, foram atingidos por balas perdidas

Karina Costa Albuquerque
Karina Costa Albuquerque
Publicado em 03/05/2021 às 11:38
Reprodução/TV Jornal
FOTO: Reprodução/TV Jornal
Leitura:

Um jovem foi assassinado com mais de 20 tiros, dentro de uma casa, na Cidade Garapu, no Cabo de Santo Agostinho, na Região Metropolitana do Recife. De acordo com a polícia, a vítima foi identificada como Bruno Ricardo de Aguiar, de 19 anos.

Com amigos

O jovem estava no local, com alguns amigos, quando homens invadiram a residência e efetuaram diversos disparos de arma de fogo. A vítima foi atingida por mais de 20 tiros, e morreu na hora.

>> Vídeo mostra tiroteio que deixou um morto e três feridos, em Nova Descoberta

Feridos

Outras três pessoas, sendo duas mulheres e um homem, foram atingidas por balas perdidas. Eles foram encaminhados à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Cabo de Santo Agostinho.

Suspeito de assassinato

Ainda segundo a polícia, Bruno tinha sido preso, na última quinta-feira (29), suspeito de ter participado da morte de um Igor dos Santos, de 20 anos, em um campo de futebol, também na Cidade Garapu.

Bruno chegou a ser autuado em flagrante, mas foi liberado na audiência de custódia.

Os policiais do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) estão investigado a motivação e a autoria do crime.

Notícias policiais da TV Jornal

Quer ficar acompanhando as notícias policiais da TV Jornal? Você pode ter acesso rápido a todas elas no nosso grupo, no Facebook. Acesse aqui o grupo Notícias Policiais TV Jornal no Facebook.

>> Dois irmãos são assassinados a tiros em Afogados, Zona Oeste do Recife

>> Vídeo: Em carro, suspeitos armados deixam duas pessoas mortas e três feridas em Cupira

>> Polícia Civil investiga estupro coletivo de jovem de 16 anos na Orla de Candeias

>> Caso Patrícia Roberta: suspeito de matar pernambucana tem prisão preventiva decretada

>> Caso Patrícia Roberta: Outras mulheres denunciaram à polícia "investidas abusadoras" de suspeito de matar pernambucana