TRISTEZA

Conheça a família que foi soterrada durante deslizamento de barreira em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife

Deslizamento de barreira no bairro de Cavaleiro soterrou pai, mãe e dois filhos. Bombeiros ainda procuram os adultos

Conheça a família que foi soterrada durante deslizamento de barreira em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife

Os Bombeiros encontraram o corpo do filho do casal, de 16 anos, e da mãe. Estão desaparecidos pai e filha, de 12 anos. - Foto: Reprodução/TV Jornal

Um deslizamento de barreira no bairro de Cavaleiro, em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife, deixou uma família soterrada, na noite dessa quinta-feira (13). Pai, mãe, filho e filha desapareceram em meio ao rastro de destruição, provocado pela queda da barreira, devido às fortes chuvas que seguem atingindo Pernambuco, desde a madrugada de ontem.

>> Há mais de 12 horas, Bombeiros buscam família soterrada em deslizamento de barreira em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife

>> Bombeiros encontram corpo de mulher soterrada com a família durante deslizamento de barreira em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife

 

Família soterrada

A família é formada por Osvaldo Pessoa de Siqueira, de 39 anos, a esposa dele Sílvia Regina da Silva, de 36 anos, a filha do casal Isabeli Pessoa de Siqueira, 11 anos, e o outro filho do casal, Otávio Pessoa de Siqueira, de 16 anos.

Até agora, foram encontrados os corpos do filho do casal e da mãe, nessa quinta (13) e nesta sexta (14), respectivamente, mas pai e filha seguem desaparecidos.

Familiares acompanham as buscas, mas sem esperança de encontrar os parentes vivos. "Tenho não, mais não", disse a irmã de Osvaldo, Shenia.

Ela estava na casa, momentos antes do acidente. "Eu vou em casa e daqui a pouco eu venho. Vou fazer uma sopa. Aí meu irmão Osvaldo disse "Eu quero, viu?", contou Shenia. "Escutei o estrondo, a barreira caindo. [deu tempo] De nada". 

Para o cunhado de Osvaldo, Wellington Dalvino, ainda há esperança. Ele disse que passaram a noite toda com a expectativa de encontrar alguém. "Tenho fé em Deus, fé em Jesus [que eles serão encontrados com vida]", afirmou.

O irmão de Sílvia, Carlos Francisco, disse que a família moravam na rua há muitos anos. 

Você pode conferir a cobertura completa no Bronca 24h desta sexta-feira (14). Os depoimentos podem ser visto a parte de 20:00.

O deslizamento

Um deslizamento de barreira deixou quatro pessoas da mesma família soterradas em Cavaleiro, Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife, na noite dessa quinta-feira (13). O caso aconteceu na 6º Travessa Murilo Braga. Durante toda a madrugada, equipes do Corpo dos Bombeiros fizeram buscas, que seguem, nesta sexta-feira (14).

Os Bombeiros também já encontraram o corpo do filho do casal, Otávio Pessoa Siqueira, de 16 anos, por volta das 20h. Os demais membros da família permaneciam sendo procurados pelo Corpo de Bombeiros, às 22h, com a ajuda de vizinhos e cães farejadores. Estão desaparecidos o pai Oswaldo Pessoa de Siqueira, de 39 anos, e a mãe, Sílvia Regina da Silva, de 36 anos. 

 

>> 'Assim que ela botou o rosto na janela, já foi a barreira caindo em cima dela'; mulher fica parcialmente soterrada durante deslizamento de barreira no Recife

>> Confira onde teve mais chuva na Região Metropolitana do Recife, nas últimas 24h

>> Com mais um alerta de chuva em algumas regiões, veja previsão do tempo em Pernambuco nesta sexta-feira (14)

 

Risco de novo deslizamento

Segundo o tenente coronel Anderson Barros, do Corpo de Bombeiros, já são mais de 12h de trabalho de buscas pelos corpos, focado nos pontos onde os cães farejadores indicaram que podem haver vitimas. O risco de deslizamentos continua, no local.

"Existe um risco muito grande ainda de deslizamento da barreira. A casa que foi parcialmente destruída tem risco de desabar. É um local muito arriscado ainda para o trabalho, tanto do Corpo de Bombeiros, como de voluntários", afirmou.

Segundo a Defesa Civil, a possibilidade de um novo deslizamento é de 80%, no local.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.