Golpe

Golpe: Funcionário de farmácia é acusado de clonar cartões de crédito de clientes e causar prejuízo de R$ 13.500 mil


O funcionário realizava compras por internet em valores baixos para não ser descoberto

Caterine Costa de Oliveira
Caterine Costa de Oliveira
Publicado em 12/08/2021 às 17:12
Reprodução/ Pixabay
FOTO: Reprodução/ Pixabay
Leitura:

O funcionário de uma farmácia foi acusado de aplicar golpes em idosos. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil de Pernambuco.

O homem clonava os dados dos cartões de crédito dos clientes e utilizava em compras online. De acordo com uma das vítimas, em nenhum momento foi levantado suspeita.

Só após uma semana do início dos lançamentos indevidos que foi verificada a fraude, bloqueado o cartão e a idosa procurou a delegacia.

Para não levantar pistas, o suspeito realizava compras em valores pequenos com intuito da financeira do cartão não bloquear o cartão ou entrar em contato com os clientes.

De acordo com a delegada Lidia Barci, até o momento, duas vítimas procuraram a delegacia relatando o golpe. Os prejuízos chegam a R$ 13.500 mil.

Veja detalhes do caso

Denuncie

A delegada pede a população que, caso identifique modos operantes semelhante ao do suspeito, realize a denuncia. " Se ir na farmácia e pedir o seu cartão de crédito, que venha até nós.

Se tiver desconfiança que esteja sendo violado seus direitos, principalmente da sua conta, que procure a delegacia do idoso", ressalta Lidia Barci.