Denúncia

'Não tinha nenhum tipo de sinalização', diz tio de motociclista morto após cair em buraco no bairro de Apipucos


Para a família, o acidente foi uma tragédia anunciada.

Caterine Costa de Oliveira
Caterine Costa de Oliveira
Publicado em 31/08/2021 às 13:50 | Atualizado em 10/04/2022 às 21:43
Reprodução/TV Jornal
FOTO: Reprodução/TV Jornal
Leitura:

Familiares do motociclista morto após cair em buraco e ser arremessado na noite do ultimo sábado (28), no bairro de Apipucos na Zona Norte do Recife, reclamam que Paulo André de 28 anos, foi vítima de uma negligência e que a tragédia era prevista, pois o buraco estava aberto há dias.

Confira na reportagem

O jovem que residia no bairro de Cosme e Damião, que fica na divisa de Recife e Camaragibe, era reconhecido entre seus familiares pelos sonhos que cultivava para melhorar de vida e ajudar a mãe.

"É muito triste, meu irmão era uma pessoa maravilhosa, eu não tenho o que dizer de ruim dele. Um rapaz tão novo, cheio de sonhos. Sempre preocupado com a nossa mãe, com a velhice dela", contou a irmã do motociclista emocionada ao lembrar do irmão.

>>Homem perde controle de moto ao cair em buraco na pista, é arremessado e morre em Apipucos

>> Grávida, Thaeme sofre acidente doméstico e visita maternidade

>> Vídeo: Caíque Gama, ex participante do 'De Férias com Ex', sofre acidente de buggy

Para mãe da vítima, Marluce Maria da Silva, o que aconteceu com o filho foi uma tragédia anunciada.

"Eu trabalho ali em Casa Forte passava e via aquele buraco aberto. Aí meu filho vem da casa de um amigo dele, cai ali e morre", afirmou a mulher.

A família do motociclista está indignada, pois afirma que, até o momento, a Companhia de Saneamento de Pernambuco (Compesa) não procurou nenhum familiar para falar sobre o ocorrido. De acordo com parentes, o local do acidente não estava com as sinalizações devidas:

"É um descaso! Eu escutei uma nota de pesar deles e disseram que o local estava sinalizado. Isso foi muito doloroso para a família porque se você passar lá, inclusive eu tenho imagens que eu gravei no ato, que não tinha nenhum tipo de sinalização", contou Marcos Zeferino tio da vítima do acidente.

Nota da Compesa

A Compesa diz que, segundo informações da empresa terceirizada que fez o serviço, o local estava sinalizado.A companhia lamentou o acidente e diz que o caso será apurado em processo administrativo envolvendo a empresa terceirizada contratada para a prestação de serviços de manutenção na região metropolitana do Recife.

A Compesa manterá contato com a família da vítima para, por meio de sua equipe de assistência social, prestar solidariedade e esclarecimentos que se façam necessários. Ainda segundo a companhia, o buraco foi fechado no domingo, conforme estava previsto pela empresa terceirizada.

Por fim, a Compesa reitera o compromisso junto às autoridades competentes, de colaborar na investigação das causas do acidente.

Relembre o caso

O acidente aconteceu por volta das 21h. O motociclista seguia no sentido subúrbio da Rua de Apipucos, na Zona Norte do Recife. De acordo com testemunhas o rapaz perdeu o controle da moto ao cair em um buraco aberto na pista.

O corpo da vítima, de 28 anos, foi arremessado.