COPA DO NORDESTE

Goleiro do Sport valoriza oportunidade e revela inspiração em Magrão

Apesar da derrota para o CRB, Carlos Eduardo foi destaque da partida


Goleiro do Sport valoriza oportunidade e revela inspiração em Magrão

Carlos Eduardo fez a sua segunda partida pelo Sport. - Foto: Reprodução/TV Jornal

Pedro Alves | Twitter: @PedroAlvesn99

Apesar da derrota do Sport para o CRB na segunda rodada da Copa do Nordeste, pelo placar de 2x0, um jogador se destacou bastante na partida: o goleiro Carlos Eduardo. Quem não acompanha o clube no dia a dia e assistiu o confronto, nem imagina que ele fez somente a sua segunda partida com a camisa vermelha e preta. Após o apito final, o arqueiro concedeu uma entrevista exclusiva para a repórter Lílian Fonsêca, da TV Jornal, e falou sobre a boa partida que ele fez, apesar da derrota.

“É um trabalho em conjunto. Eu trabalhei praticamente um ano todo, em sequência, esperando uma oportunidade. Temos grandes goleiros, nosso grupo é recheado de grandes goleiros. Quando você tem uma oportunidade de atuar, você tem que dar o máximo para representar a camisa do Sport. Então quem entra no campo representa o trabalho de todos os goleiros. Hoje (ontem) foi minha vez de representar o meu trabalho, o do Luan, o do Maílson e do Túlio. Consegui ir bem e fico feliz porque o trabalho está sendo bem executado por todos nós”, afirmou.

Na partida, chamou a atenção a quantidade de jovens jogadores que foram mandados com a delegação. Dos 22 atletas, 19 eram da categoria de base do clube. Apenas Marcio Araújo (36 anos), Maxuell (21 anos) e o próprio Carlos Eduardo (29 anos) eram considerados da categoria profissional. 

“É normal porque quando você veste a camisa de um clube numa competição profissional, não é o sub-20 do Sport. É o Sport profissional. Claro que estávamos recheado de garotos que estão buscando seu espaço, mas são garotos de qualidades que estão treinando com a gente no profissional. Pra mim, eu entrei da melhor maneira possível”, disse.

Além disso, a partida contra o CRB foi a estreia de Carlos Eduardo na Copa do Nordeste e de quebra assumiu a faixa de capitão da equipe, feito esse que foi lembrado por ele que tem um ídolo rubro-negro como inspiração.

“Dá aquele frio na barriga porque é uma camisa pesada, você ser goleiro com a faixa de capitão, você lembra de Magrão, um goleiro que representou muito para o Sport, uma inspiração para todos. Fico lisonjeado de tá atuando. Estrear nessa competição é fantástico, porque eu acompanho, quero ganhar o título e a gente tem condição de fazer isso. O grupo está trabalhando forte e vamos buscar o título para coroar o trabalho de todo mundo”, completou

Próximo confronto

O Sport agora entra em campo na próxima quarta-feira (10), mas desta vez pela Copa do Brasil em um confronto contra a Juazeirense considerado fundamental para o futuro do clube, já que está em jogo R$ 1.070.000,00 para a equipe que conseguir passar de fase. 

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.