COPA DO NORDESTE

Em partida apática, Sport é goleado pelo Bahia e segue sem vencer na Copa do Nordeste

Time rubro-negro foi derrotado por 4x0 para a equipe baiana, no estádio de Pituaçu


Em partida apática, Sport é goleado pelo Bahia e segue sem vencer na Copa do Nordeste

Sport perde para o Bahia e segue sem vencer na Copa do Nordeste - Foto: Foto: Vitor Tamar/ EC Bahia

Rádio Jornal

Uma partida vexatória. Ainda sem vencer na Copa do Nordeste, o Sport mostrou sua pior apresentação e foi goleado pelo Bahia por 4x0, neste sábado (20), no estádio de Pituaçu, pela 4ª rodada do Nordestão. Patrick de Lucca, Rodriguinho e Gabriel Novaes (2x) foram os autores dos gols da vitória baiana. Com a derrota, a equipe rubro-negra segue na lanterna do Grupo B, com apenas dois pontos conquistados.

Sem muito tempo para lamentar a derrota, o Sport volta a campo na próxima terça-feira (23) quando encara o Confiança, às 19h, no estádio da Ilha do Retiro, pela 5ª rodada do Nordestão.

O JOGO

O clássico nordestino entre Bahia e Sport começou movimentado. Fazendo jus ao tamanho do confronto, as duas equipes trataram de impor um jogo mais aberto desde os minutos iniciais do duelo. Logo aos oito, após cobrança de escanteio, a bola ficou circulando dentro da área rubro-negra e, ao final do bate-rebate, Rodriguinho acertou um belo chute da entrada da área, obrigando Carlos Eduardo a fazer uma bela defesa com uma das mãos.

A resposta do Leão da Ilha foi imediata. Aos 13, também após cobrança de escanteio, os rubro-negros fizeram uma jogada ensaiada, voltando a bola para Betinho, que cruzou na medida para Maidana subir sozinho e cabecear rente a trave direita do goleiro Douglas.

Entretanto, apesar de um início aparentemente equilibrado, o Bahia tratou de apertar o ritmo e impor o seu jogo diante do Sport. Aos 15, Rodriguinho rolou para Gilberto fazer o pivô na entrada da área e devolver para o meia acertar um potente chute, que acabou passando por cima da meta.

A blitz baiana seguia forte. Aos 21, Patrick de Lucca arriscou uma bomba de longa distância e acertou a trave. Quase seria um golaço. Na sequência da jogada, o volante Daniel finalizou de longe, com Carlos Eduardo fazendo mais uma defesa importante, salvando o Sport.

A insistência do Bahia seria recompensada na sequência. Aos 27, mais uma vez Patrick de Lucca encontrou liberdade para acertar uma bomba de fora da área, sendo que dessa vez a bola pegou na travessão e entrou: 1x0.

Após o gol sofrido, a equipe pernambucana procurou recuperar a sua postura ofensiva em busca do empate. Aos 36, após levantamento na área de Júnior Tavares, Maidana subiu imponente para cabecear no cantinho e Douglas espalmar, evitando o gol.

As bolas alçadas estavam em alta na partida, desta vez, foi o Bahia que investiu nessas ações por cima. Aos 39, Rodriguinho cruzou bola na área e Edson testou com perigo, mas acabou esbarrando no goleiro Carlos Eduardo. Aos 41, nova tentativa... Nino Paraíba achou Gilberto bem posicionado na área e cruzou na medida, o centroavante subiu mais que Ewerthon e cabeceou no cantinho, por pouco o segundo.

No último minuto do tempo regulamentar, Gustavo recebe livre na ponta esquerda e cruza com precisão para Mikael subir mais que os defensores do Bahia e cabecear forte, mas Douglas defendeu em dois tempo e evitou o empate rubro-negro.

Já nos acréscimos, aos 48, Nino Paraíba foi lançado em profundidade, foi à linha de fundo e cruzou rasteiro para Rodriguinho finalizar, o goleiro Carlos Eduardo defender e, no rebote, Gabriel Novaes só teve o trabalho de empurrar pras redes: 2x0.

Na volta para a etapa complementar, o Sport parecia sonolento e conformado com a derrota, até então, parcial. Tanto que foram os baianos que mais trabalharam ofensivamente nos primeiros minutos de reinício de jogo. Aos 15, Matheus Bahia levantou bola na cabeça de Lucas Fonseca, que subiu livre e conseguiu mandar na trave.

Não demoraria para a equipe baiana ampliar o marcador. Aos 17, Gilberto faz lançamento primoroso para Rodriguinho sair livre cara-cara com Carlos Eduardo e finalizar com força, sem chances de defesa: 3x0.

A essa altura da partida, o Sport estava entregue e não tinha forças para esboçar qualquer reação. Muito pelo contrário, demonstrava fragilidades que proporcionaram mais um gol do Bahia. Aos 33, após investida pela esquerda e intervenção parcial de Carlos Eduardo, Gabriel Novaes pega o rebote e finaliza no cantinho, goleada em Pituaçu: 4x0.

Mesmo com o placar amplamente favorável, o Bahia ainda pressionou o Leão da Ilha na reta final e a goleada só não foi maior graças a boa atuação do goleiro Carlos Eduardo.

Ficha do jogo

BAHIA

Douglas; Nino Paraíba (João Pedro), Lucas Fonseca, Juninho (Ignácio) e Matheus Bahia; Patrick, Edson (Raniele), Daniel (Ramón) e Rodriguinho; Gabriel Novaes e Gilberto (Alesson). Técnico: Dado Cavalcanti.

SPORT

Carlos Eduardo; Ewerthon; Maidana, Adryelson e Júnior Tavares; Marcão, Betinho (Ítalo), Ricardinho (Toró) e Gustavo (Neilton); Dalberto e Mikael (Paulinho). Técnico: Jair Ventura.

Local: estádio de Pituaçu, na Bahia.
Árbitro: Leo Simão Holanda (CE).
Assistentes: Cleberson do Nascimento Leite e leutério Felipe Marques Júnior (ambos do CE)
Gols: Patrick de Lucca, aos 27, e Gabriel Novaes, aos 48 minutos do 1º tempo. Rodriguinho, aos 17, e Gabriel Novaes, aos 33 do 2º tempo.
Cartões amarelos: Lucas Fonseca, Matheus Bahia (BAH) e Dalberto, Betinho, Ítalo, Paulinho (SPO).

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.