PERNAMBUCANO

Náutico vence o Salgueiro, mantém invencibilidade e lidera o Pernambucano

Time alvirrubro venceu o Carcará por 3x2, no estádio Cornélio de Barros

Náutico vence o Salgueiro, mantém invencibilidade e lidera o Pernambucano

Erick marcou dois gols na vitória do Náutico diante do Salgueiro - Foto: Tiago Caldas/ Náutico

Rádio Jornal

Em uma partida com os ânimos exaltados e de muitos gols, o Náutico conseguiu vencer o Salgueiro por 3x2, nesta quarta-feira (7), no estádio Cornélio de Barros, pela 5ª rodada do Campeonato Pernambucano, e segue invicto na competição. Os gols da partida foram marcados por Erick (2) e Kieza para os alvirrubros, enquanto que Tarcísio e Felipe Baiano descontaram para o Carcará.

Com a vitória, o Timbu chegou aos 15 pontos e lidera o Estadual de forma isolada. A equipe alvirrubra encara agora o time do Retrô, domingo (11), às 16h, na Arena de Pernambuco, em rodada antecipada (7ª). 

O JOGO

Em duelo de duas equipes invictas no Campeonato Pernambucano, Salgueiro e Náutico iniciaram a partida de uma maneira bastante disputada. Por vezes, os jogadores das duas equipes chegaram a se estranhar após jogadas mais ríspidas, tendo o árbitro Gilberto Castro Júnior que esfriar os ânimos dos atletas.

Quando a bola passou a rolar propriamente dita, o Carcará foi o primeiro que conseguiu chegar com perigo. Aos 11, Ciel arriscou de longe para testar Alex Alves, mas mesmo a bola vindo com força, o goleiro alvirrubro conseguiu fazer a defesa.

Apesar do susto, o Timbu estava bem postado em campo e conseguia desenvolver o seu jogo sem dificuldades. A prova foi tanta que aos 21, Jean Carlos levantou bola na área buscando Vinícius, que ajeitou de cabeça para Kieza chegar emendando um peixinho e mandando a bola rende a trave Lucas.

Não demoraria para o gol alvirrubro sair. Aos 24, o zagueiro Camutanga esticou a bola na esquerda para Vinícius, que passa do marcador, vai à linha de funo e rola para trás... Jean Carlos fica prensado com a marcação e não consegue o arremate, mas a bola chega para Erick chapar no canto e abrir o placar: 1x0.

O Náutico encontrou nos pés de Erick o caminho dos gols. Aos 27, o goleiro Alex Alves deu um chutão para frente e acabou armando um contra-ataque... o arqueiro Lucas saiu da área para tentar afastar de cabeça e acabou se chocando com Kieza, deixando a bola livre para Erick mandar pras redes: 2x0.

O Salgueiro tentou dominuir o prejuízo antes do intervalo... Aos 40, Tarcísio cruzou bola na área, Ciel subiu para cabecear, mas o goleiro Alex Alves fez boa defesa.

Na volta para a etapa complementar, até parecia que o Náutico iria ampliar o marcador. Logo aos sete, Rafinha acertou a bola na trave do goleiro Lucas e, no rebote, Kieza só não fez mais um para o timbu porque Elenilson salvou.

Após a jogada, o Salgueiro resolveu acordar na partida. Após boa trama ofensiva, aos 24, Felipe Baiano acha Tarcísio infiltrando com liberdade na zaga do Náutico e, de cara com Alex Alves, deslocou o goleiro e diminuiu o placar: 1x2.

A insistência salgueirense lhe renderia frutos. Aos 28, o meia Felipe Baiano ao invés de servir resolver finalizar e acertou um belo chute de média distância para vencer o goleiro Alex Alves e empatar a partida: 2x2.

Mesmo atravessando um momento ruim na partida, o Náutico conseguiu uma boa reação. Aos 30, Rhaldney lançou Kieza em profundidade, entrou na área e foi derrubado pelo zagueiro Elenilson: pênalti. Na cobrança, aos 32, Kieza desempatou a partida: 2x3.

Nos últimos minutos da partida, o zagueiro Camutanga e o técnico Hélio dos Anjos foram expulsos, mas o Náutico conseguiu segurar a vitória e sustentar a invencibilidade na competição. 

Ficha do jogo

SALGUEIRO

Lucas; Sinho, Elenilson, Richard e Alan; Bruno Sena, Moreilândia (Aruá) e Felipe Baiano; Tarcísio, Alison (Héricles) e Ciel. Técnico: Daniel Neri.

NÁUTICO

Alex Alves; Hereda (Bahia), Ronaldo Alves, Camutanga e Rafinha (Wagner); Djavan (Marciel), Rhaldney e Jean Carlos (Luiz Henrique); Vinícius, Erick (Bryan) e Kieza. Técnico: Hélio dos Anjos.

Local: estádio Cornélio de Barros, em Salgueiro (PE).
Árbitro: Gilberto Castro Junior
Assistentes: Francisco Chaves e Dhiego Cavalcanti.
Gols: Erick, aos 24 e aos 27 do 1º tempo. Tarcísio, aos 24; Felipe Baiano, aos 28; Kieza, aos 32 do 2º tempo.
Cartões amarelos: Felipe Baiano, Sinho, Elenilson (SAL) e Vinícius, Djavan, Wagner, Jean Carlos (NÁU).
Cartão vermelho: Camutanga (NÁU).

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.