SÉRIE B

Em pior momento na temporada, Náutico é derrotado para o Sampaio Corrêa, chega a quatro jogos sem vitórias e perde liderança da Série B

Timbu perdeu por 2x0 para o time maranhense, a terceira derrota consecutiva na Segundona

Em pior momento na temporada, Náutico é derrotado para o Sampaio Corrêa, chega a quatro jogos sem vitórias e perde liderança da Série B

Sampaio Corrêa vence o Náutico no estádio Castelão, em São Luís, do Maranhão - Foto: John Tavares / Sampaio Corrêa

Filipe Farias | Twitter: @_filipefarias

Definitivamente, o Náutico vive o seu pior momento na temporada. Nesta quarta-feira (11), o Timbu foi derrotado para o Sampaio Corrêa por 2x0, no estádio Castelão, em São Luís, do Maranhão, pela 17ª rodada da Série B, e chegou a quatro jogos sem vitórias na competição, sendo três derrotas consecutivas. Os gols da partida foram marcados por Daniel Costa e Pimentinha. Com mais um revés, os alvirrubros também perderam a liderança na Segundona, já que o Coritiba venceu o Brasil-RS e assumiu a ponta da tabela.

A equipe timbu volta a campo no próximo sábado (14), quando encara o Avaí, às 19h, no estádio da Ressacada, em Florianópolis, pela 18ª rodada da Segundona.

O JOGO

Por se tratar de um confronto entre duas equipes que brigam na ponta de cima da tabela, Náutico e Sampaio Corrêa iniciaram a partida de forma bem equilibrada. As duas equipes encontravam dificuldades para criar as jogadas e acabam concentrando as ações no setor de meio de campo. Com os goleiro Alex Alves e Luiz Daniel sendo pouco acionados.

A primeira boa oportunidade aconteceu apenas aos 30 minutos. Vinícius desceu pela esquerda e cruzou rasteiro para Caio Dantas... O centroavante deu um carrinho, mas não conseguiu alcançar a bola, que se saiu pela linha de fundo.

O lance empolgou os alvirrubros, que conseguiram chegar novamente já no minuto seguinte. Desta vez foi Jean Carlos que serviu Caio Dantas. Ele recebeu dentro área e, cara-cara com Luiz Daniel, tentou dar uma cavadinha, mas a bola parou nas mãos do goleiro do Sampaio Corrêa. Chance incrível desperdiçada.

Se no primeiro tempo o Sampaio Corrêa não incomodou o goleiro Alex Alves, na volta para a etapa complementar o panorama mudou. Aos nove, Jean Silva recebeu na intermediária direita e cruzou com efeito para Nadson chegar cabeceando com perigo, obrigando o arqueiro alvirrubro a se esticar todo e espalmar para escanteio.

Apesar do susto, o Náutico também conseguiu levar perigo ao adversário. Aos 19, Matheus Carvalho deu passe para Jean Carlos na entrada da área e, com apenas um toque, o camisa 10 deixou Vinícius em condições de finalizar de dentro da área, mas acabou finalizando em cima do goleiro Luiz Daniel.

O jogo melhorou no segundo tempo e as chances começaram a surgir. Aos 28, falta na entrada alvirrubra. O meia Daniel Costa entrou na vaga de Eloir e já foi para a cobrança. Na batida, ele conseguiu tirar da barreira e mandou a bola nas redes para abrir o placar para os maranhenses: 1x0.

Atrás do placar, o Timbu tentou uma reação imediata na busca pelo empate. Aos 32, Djavan arriscou um chute de média distância, Luiz Daniel deu rebote e, na sobra, Caio Dantas acabou não finalizando em cheio e praticamente recuou para o goleiro do Sampaio.

Se o Náutico estava bobeando na finalização, os donos da casa não estavam perdoando. Aos 35, o arisco Pimentinha foi lançado em profundidade pela direita, ele recebeu a bola, chamou Bryan para dançar, deixando o lateral alvirrubro para trás, entrou na área como quis e finalizou no ângulo de Alex Alves para ampliar: 2x0.

Com o segundo gol, a equipe timbu não esboçou reação e ainda viu Camutanga ser expulso nos minutos finais. Com isso, o Náutico agora amarga quatro jogos sem vitórias na Série B e a terceira derrota seguida. 

Ficha do jogo

SAMPAIO CORRÊA

Luiz Daniel; Luís Gustavo (Watson), Joécio, Nilson Júnior e Felipinho; Betinho, Ferreira e Eloir (Daniel Costa); Jean Silva (Pimentinha), Nadson (Roney) e Ciel (Jackson). Técnico: Felipe Surian. 

NÁUTICO

Alex Alves; Hereda (Thássio), Camutanga, Yago e Bryan; Matheus Trindade (Luiz Henrique), Rhaldney (Djavan) e Vargas (Matheus Carvalho); Jean Carlos, Vinícius e Caio Dantas (Iago Dias). Técnico: Hélio dos Anjos.

Local: estádio Castelão, em São Luís (MA).
Árbitro: Felipe da Silva Gonçalves Paludo (RJ).
Assistentes: Thiago Henrique Neto Correa Farinha (RJ) e Daniel do Espirito Santo Parro (RJ).
Gols: Daniel Costa, aos 28; e Pimentinha, aos 35, do 2º Tempo.
Cartões amarelos: Ciel, Ferreira (SAM) e Rhaldney, Matheus Trindade, Rafinha (NÁU).
Cartão vermelho: Camutanga (NÁU).

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.