SÉRIE B

Em crise, Náutico perde para o Cruzeiro e amarga a quinta derrota consecutiva na Série B

Timbu foi derrotado por 1x0 para a Raposa e vai ficar mais uma rodada fora do G-4

Em crise, Náutico perde para o Cruzeiro e amarga a quinta derrota consecutiva na Série B

Náutico perde para o Cruzeiro e passa mais uma rodada fora do G-4 - Foto: Bobby Fabisak/ JC Imagem

Filipe Farias | Twitter: @_filipefarias

A má fase do Náutico parece não ter fim. O Timbu perdeu mais uma - a quinta consecutiva - e chegou a seis jogos sem vitória na Série B. Desta vez, os alvirrubros foram derrotados para o Cruzeiro por 1x0, nesta terça-feira (17), no estádio dos Aflitos, pela 19ª rodada. O único gol da partida foi marcado pelo atacante Thiago, no segundo tempo.

Com mais um revés, a equipe timbu passa mais uma rodada fora do G-4 e agora só volta a campo na próxima terça-feira (24), quando encara o CSA, às 21h30, no estádio Rei Pelé.

O JOGO

Se antes de a bola rola, a promessa era de uma grande partida entre Náutico e Cruzeiro, após o apito inicial a expectativa se concretizou. Se os pernambucanos queriam quebrar a sequência de cinco jogos sem vitórias, os mineiros buscavam os três pontos para subirem na tabela de classificação. E, suas ambições, deixaram o confronto movimentado.

Os dois times buscam morder bastante na marcação para não deixar o adversário pensar. Aos 19, Djavan bobeou na saída de bola e perdeu a posse... Marcelo Moreno dominou e abriu para Dudu na esquerda, que foi à linha de fundo e cruzou para Bruno José emendeu uma meia bicicleta e mandar a bola por cima da meta de Jefferson.

Logo na sequência, o Timbu já deu uma resposta. Já no minuto seguinte, Hereda cruzou com veneno e a bola ganhou a direção do gol, e Fábio foi obrigado a se esticar todo e espalmar... Jean Carlos pegou o rebote e cruzou novamente para Iago Dias cabecear prensado com o defensor e a bola sair em escanteio. Na cobrança, Jean Carlos mandou na cabeça de Vinícius, mas a bola passou raspando a trave direita e saiu em tiro de meta.

A partir da metade do primeiro tempo, o jogo ficou mais pegado, com jogadas mais duras e os treinadores (Hélio dos Anjos e Vanderlei Luxemburgo) dando muito trabalho ao árbitro Marcelo de Lima Henrique, que, por vezes, teve de aproveitar as paralisações da partida para conter os ânimos dos dois na área técnica.

Na volta da etapa complementar, o Cruzeiro voltou mais incisivo. Buscando o gol com mais ímpeto. Nos três primeiros minutos, o atacante Dudu teve três chances de gols, mas em todas acabou mandando a bola pra fora da meta de Jefferson.

Não querendo deixar a Raposa se empolgar, o Timbu buscou agredir ofensivamente também. Aos quatro, Jean Carlos cobrou falta lateral, Camutanga chegou finalizando com o pé dentro da área, porém, o goleiro Fábio estava atento e fez a defesa no chão.

Minutos depois, mais uma vez o zagueiro alvirrubro travou um duelo particular com o arqueiro cruzeirense. Aos oito, Hereda cobrou lateral mandando a bola na área, Camutanga subiu mais que a zaga adversário e testou firme para o gol, sendo que Fábio saltou e espalmou a bola para escanteio.

As chances começaram a aparecer com mais frequência. Aos 13, o time alvirrubro saiu jogando errado, o Cruzeiro recuperou a bola com Rômulo, que já acionou Marcelo Moreno dentro da área... Ele aproveitou a velocidade da bola, driblou Jefferson, mas como ficou sem ângulo, voltou a jogada para Dudu, que mesmo sem marcação, finalizou muito mal e a bola saiu pela linha lateral, do lado oposto.

Até o goleiro Fábio estava participando das ações ofensivas do Cruzeiro. Aos 23, o camisa 1 fez longo lançamento para o ataque... Rafael Ribeiro bateu cabeça com Camutanga e a bola sobrou para Marcelo Moreno, que dominou e já tocou para Claudinho que entrou em disparada na área e, na tentativa de tirar de Jefferson, acabou mandando em cima do arqueiro timbu.

Náutico segue sem vencer na Série B
Náutico segue sem vencer na Série B
Bobby Fabisak/ JC Imagem

Aos 32, Marciel abriu a jogada para a Vinícius na esquerda, que dominou, passou por Noberto como quis e cruzou rasteiro... Taílson deu um carrinho na tentativa de empurrar a bola para as redes, mas não alcançou. 

Mesmo fora de casa, o time mineiro estava melhor na partida e abriu o placar numa falha alvirrubra. Aos 37, o zagueiro Eduardo Brock cobrou falta da intermediária, soltando uma bomba rasteira... Jefferson caiu na bola, mas não conseguiu encaixar e deu rebote que Thiago não perdoou e empurrou para as redes: 0x1.

Sem forças, o Náutico não conseguiu reverter o placar e foi novamente derrotado na Série B. 

Ficha do jogo

NÁUTICO

Jefferson; Hereda (Thássio), Camutanga, Rafael Ribeiro e Rafinha; Djavan, Rhaldney (Marciel) e Jean Carlos; Iago Dias (Tailson), Vinícius e Caio Dantas (Paiva). Técnico: Hélio dos Anjos.

CRUZEIRO

Fábio; Norberto, Ramon, Eduardo Brock e Matheus Pereira; Adriano (Flávio), Rômulo e Giovanni (Claudinho); Bruno José (Wellington Nem), Dudu (Rafael Sobis) e Marcelo Moreno (Thiago). Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Local: estádio dos Aflitos, no Recife (PE).
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ).
Assistentes: Eduardo Gonçalves da Cruz (MS) e Márcia Bezerra Lopes Caetano (RO).
Gol: Thiago, aos 37, do 2º Tempo.
Cartões amarelos: Djavan (NÁU) e Adriano (CRU).

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.