REDES SOCIAIS

'Não me envergonho do evangelho': Pastor responde críticas ao viralizar louvando dentro de avião

O pastor Jensz Jr. respondeu as críticas com o versículo de Romanos 1:16

Suzyanne Freitas
Suzyanne Freitas
Publicado em 20/04/2022 às 10:07 | Atualizado em 20/04/2022 às 10:11
Notícia
Reprodução/Redes Sociais
Grupo de cristão louvando a Deus dentro de um avião na Europa - FOTO: Reprodução/Redes Sociais
Leitura:

As imagens de um grupo de cristão louvando a Deus dentro de um avião na Europa foi alvo de muitas críticas nas redes sociais.

O vídeo, que mostra um homem tocando violão, enquanto o grupo de cristãos o acompanha na canção 'Quão Grande É o Meu Deus', em inglês, foi publicado pelo pastor Jack Jensz Jr. no dia 9 de abril, quando sua equipe de evangelismo viaja para a Alemanha.

“Adorando nosso Rei Jesus a 30.000 pés no ar”, disse o pastor na legenda do vídeo.

CRÍTICAS

Uma das críticas foi da parlamentar democrata Ilhan Omar, que é muçulmana e integra a Câmara dos Representantes dos Estados Unidos. “Acho que a minha família e eu devemos ter uma sessão de oração na próxima vez que estivermos em um avião. Como você acha que vai acabar?”, comentou no Twitter.

"Desrespeitoso demais! Se fosse música de qualquer tipo de religião de matriz africana, queria ver esse povo aí “worshipando", criticou uma internauta no Twitter.

NÃO ME ENVERGONHO DO EVANGELHO

Jensz Jr. que é fundador do ministério Kingdom Realm, sediado na Filadélfia (EUA). Segundo informações do Guiame, Jensz junto com sua esposa, Lilly Jensz, e uma equipe, esteve na Ucrânia para atuar na ajuda humanitária e seguia para uma igreja na Alemanha.

Através do trabalho da Kingdom Realm nas fronteiras da Ucrânia, mais de 16.000 pessoas decidiram seguir Jesus, informou o pastor no Instagram.

Depois que o vídeo do louvor viralizou, Jensz Jr. respondeu com o versículo de Romanos 1:16: “Não me envergonho do evangelho, porque é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê.”

REPERCUSSÃO

O vídeo de adoração no voo soma mais de 36 milhões de visualizações. Jack Jensz Jr não imaginava a repercussão que o seu vídeo teria no TikTok.

Comentários

Mais Lidas