JUSTIÇA

Pastor fundador do Gideões é processado cinco anos após sua morte

Prefeitura de Camboriú coloca o pastor falecido na justiça por dívida

Emilia Prado
Emilia Prado
Publicado em 20/04/2022 às 13:44
Notícia
Divulgação/Gideões
Pastor Cesino Bernardino, fundador do Gideões - FOTO: Divulgação/Gideões
Leitura:

O pastor Cesino Bernardino, falecido em 2016, foi processado pela Prefeitura Municipal de Camboriú, em Santa Catarina, que cobra dívida deixada pelo fundador do Gideões, organização missionária conhecida nacionalmente.

Através da Unidade Regional de Execuções Fiscais Municipais e Estaduais da Comarca de Florianópolis, a prefeitura oficializou o processo assinado pelo juiz Marco Augusto Augusto Ghisi Machado.

O valor da dívida não aparece no processo, mas segundo despacho publicado no dia 14 de abril de 2022, o valor original do débito é menor que um salário mínimo. Nomeado no documento judicial, o pastor Cesino tem 90 dias para apresentar contestação.

Comentários

Mais Lidas