MÚSICA

Marília Mendonça era evangélica? Conheça a história religiosa da rainha da sofrência

A sertaneja cresceu em igreja evangélica e se aproximou de Deus na pandemia

Emilia Prado
Emilia Prado
Publicado em 04/05/2022 às 13:40
Notícia
Reprodução/ Facebook
A cantora Marília Mendonça, de 26 anos, morreu na tarde desta sexta-feira (5) num acidente aéreo em Minas Gerais - FOTO: Reprodução/ Facebook
Leitura:

A cantora Marília Mendonça, que morreu em um acidente aéreo em novembro de 2021, foi criada em igrejas evangélicas e sempre se considerou cristã. Depois da fama, voltou a frequentar os cultos com o companheiro Murilo Huff, em 2020.

Segundo familiares, a rainha da sofrência começou a cantar em público na Igreja Evangélica Assembleia de Deus.

Marília gostava de interpretar os louvores de Cassiane e Aline Barros, grandes nomes do gospel. Antes da Assembleia, Marília frequentou com a família a Igreja Videira, onde cresceu no caminho do Evangelho.

Em uma entrevista a Leo Dias, em abril de 2021, a sertaneja contou que se reaproximou de Deus durante a pandemia, e que voltou a frequentar cultos evangélicos durante os meses de flexibilização da quarentena em 2020.

"Ele fala muito diretamente comigo", revelou a cantora, sobre o contato próximo que tem com Deus quando o busca.

Relacionamento restaurado

Marília e Murilo Huff começaram a namorar em 2019 e tiveram um filho, Leo, no mesmo ano. Em julho de 2020 anunciaram a separação, mas reataram quatro meses depois. Em setembro de 2021, o relacionamento teve um segundo rompimento.

Sobre a reconciliação, a cantora deu testemunho em um culto evangélico, o primeiro de muitos que compareceu com Murilo, em novembro de 2020. O vídeo do casal no templo cristão viralizou no TikTok.

Além da restauração do relacionamento, Marília compartilhou com os fiéis sobre a conversão de Murilo: "Isso era uma coisa muito distante pra mim, eu não imaginava que ia acontecer tão rápido. Hoje eu compartilho do amor de Deus com ele, sei que ele já sente".


Comentários

Mais Lidas