POLÊMICA

'Ridícula': Xuxa se revolta com Bruna Karla e rebate falas homofóbicas; VEJA VÍDEO

Segundo Xuxa, mulheres como Bruna estão preocupadas em julgar

Suzyanne Freitas
Suzyanne Freitas
Publicado em 21/06/2022 às 8:01 | Atualizado em 21/06/2022 às 8:27
Notícia
Reprodução/Instagram
Por meio de uma live, a 'Rainha dos baixinhos', seu sua opinião sobre o assunto polêmico - FOTO: Reprodução/Instagram
Leitura:

A atriz, cantora e apresentadora Xuxa Meneghel se revoltou contra Bruna Karla após a cantora gospel fazer várias declarações negativas a respeito dos relacionamentos homoafetivos.

Por meio de uma live, a 'Rainha dos baixinhos', deu sua opinião sobre o assunto polêmico e disparou: 'Que coisa ridícula isso, gente".

Recentemente, no vídeo que viralizou nas redes sociais, Bruna Karla revelou que relacionamentos 'gays' são o a caminho para a morte eterna. A artista também revelou que jamais cantaria em um casamento das pessoas do mesmo sexo.

Segundo a mãe de Sasha, mulheres como Bruna estão preocupadas em julgar outras pessoas porque, muitas vezes, abrem mão de suas vontades por causa da religião.

VEJA TAMBÉM: Em áudio vazado, Bruna Karla tenta se 'justificar' com amigo gay e afirma que nunca foi homofóbica

"Vejo pastores e mulheres crentes metendo o pau. Dá para entender, elas devem ter muita vontade de fazer certas coisas e não podem. Se Deus é amor, fez você do jeito que você é, como alguém pode dizer que você não é filho de Deus? O que Deus quer é te ver feliz. Minha mãe era evangélica, a minha filha é evangélica, o meu genro é evangélico, eu nunca vou generalizar", disse Xuxa.

'RECADO PARA INTERNAUTAS'

Na ocasião, Xuxa ainda mandou um recado para internautas que são contra sua opinião nas redes sociais:

"Vejo algumas pessoas escrevendo: 'Deixando de seguir'. Pelo amor de Deus, não me siga. É uma energia que não quero na minha vida. Ao invés de a gente melhorar, parece que as coisas estão piorando. A pessoa fala: 'Eu não sou homofóbica, eu tenho até amigo bicha'. Olha que coisa ridícula, gente, quer mais homofobia que isso?", completou.

Comentários

Mais Lidas