SHOW GOSPEL

GOLPE: Banda emo gospel engana fãs de rock e faz pregação com caixão de LED, confira entrevista

"No mínimo antiética!", afirma Gabriela, participante do show da banda emo gospel, NLM, que enganou fãs e artistas.

Amanda Marques
Amanda Marques
Publicado em 22/06/2022 às 12:30 | Atualizado em 22/06/2022 às 14:56
Notícia
Reprodução.
Confira relato de participantes e artistas que foram enganados em show de evangelização. - FOTO: Reprodução.
Leitura:

Durante show gratuito em São Paulo, a banda gospel NLM americana enganou fãs e artistas do rock brasileiro, no Carioca Club. Um dos artistas afirma que essa já era uma estratégia realizada pelo grupo.

A história ganhou repercussão pela publicação de Gabriela Cavalheiro, de 28 anos, jornalista e produtora de conteúdo, que revelou ter encontrado um anúncio do show gratuito no Instagram e sem informações de que a banda seria gospel.

Com artistas de grande representatividade no rock brasileiro, como Scalene, e o cantor Sebastianismos, o grupo musical NLM foi a segunda banda a se apresentar e garantir a surpresa dos fãs.

De acordo com Gabriela, a banda era reconhecida pelos gêneros “emo/pop punk”, mas nada de música gospel estava incluído.

“Eu até pesquisei o nome da NLM, no Google, e só encontrei algumas notícias sobre a turnê no Brasil em uns portais de música mais alternativos, mas nenhum deles citava ser uma banda com relação direta com uma organização religiosa”, afirmou Gabriela em entrevista exclusiva para a TV Jornal.

Contudo, apesar de não ter nenhuma informação sobre a banda ser gospel nos anúncios e os artistas que participaram não ter nenhum conhecimento sobre o que a NLM faria no palco, a banda divulgava a turnê no Brasil como “Uncool Kidz EMO PARTY” e começou o seu show performático com direito à pregação.

Show de banda gospel conta com performance e caixão de LED

A performance da NLM consistia em uma garota de pensamentos autodestrutivos após uma traição, assim, o vocalista entra no palco com uma forca e o narrador que contava a história se sacrificava no lugar dela.

Esse mesmo narrador, é quem entra em um caixão de LED, “revive” e desce do palco para fazer um discurso no meio da plateia. As falas são permeadas pela perspectiva religiosa da banda e com tradução simultânea.

Confira o vídeo da pregação:

De acordo com Gabriela, que participou do show, a pregação falava sobre a salvação da escravidão e diversos elementos de evangelização.

(...) o fato de ser uma banda gospel ou ser uma banda cristã não é um problema em si, jamais. Cada banda tem os seus ideais e tudo certo.

Usar o termo escravidão e a cena da forca foi de mal gosto e me ofendeu, mas o que mais me perturbou e que me fez postar o relato no Twitter foi a sensação de que todo o evento parecia ser algo de fachada, sabe? “, revela a jovem.


Artistas se pronunciam sobre banda gospel

Após a repercussão do caso, os artistas que participaram do show da banda gospel internacional afirmaram que não tinham conhecimento sobre como era realizada a mensagem religiosa.

Sabíamos que a banda tinha uma mensagem religiosa, mas foi omitida de todo mundo a forma, conteúdo e intuito da turnê deles no nosso país. Bem como todo o histórico desse projeto. Pedimos desculpas aos fãs que ficaram, depois que tocamos, pro show deles aqui em SP.”, afirmou a banda Scalene em rede social.

Já o cantor Sebastian, conhecido pelo nome Sebastianismos, revelou nos stories do Instagram sua surpresa pela banda gospel. Com o objetivo de rebater boatos sobre o seu possível conhecimento sobre a NLM, o cantor afirmou que ficou surpreendido com toda a performance.

Confira o relato de Sebastian no Instagram:

Enfim, apesar de sempre gostar de chegar cedo no show pra prestigiar o show das outras bandas, tô no meio de uma turnê muito intensa, tô exausto. Então, sendo muito sincero, cheguei na hora do meu show, quando eu cheguei lá faltavam 5 ou 10 minutos pro show anterior a mim acabar, no caso era o show da banda emo gospel NLM, e eu pensei “Já que cheguei, tá rolando show, eu vou lá prestigiar enquanto tô me trocando, me arrumando porque meu show vai começar em 20 minutos”.

Então, do backstage, eu olho o palco e eu vejo um caixão de acrílico com luz LED, um brother que levanta e começa a fazer uma pregação bilíngue, pula no meio do palco, começa a fazer uma roda de conversão no meio do show e, do nada, eu vejo a galera do Scalene entrando, muvuca, empurra e treta, e essa treta do nada entra no camarim entre as duas bandas antes de mim e a produção chega e fala “Sebastian, você toca em 10 minutos

Então vendo essa confusão que estava entrando no camarim e eu não estava entendendo nada desse circo que 'tava' rolando no palco e desse circo que 'tava' rolando no camarim, no backstation, esse empurra, empurra e gritaria.

Eu simplesmente me tranquei no camarim, troquei de roupa e comecei a me alongar e aquecer porque eu tinha um show a fazer, pessoas que estavam aguardando meu show e ainda sem entender o que 'tava' acontecendo. Inclusive, a primeira coisa que eu falei, a hora que eu subi no palco, e quem 'tava' lá pode atesta, foi “alguém pode me explicar o que tá acontecendo, pois não 'tô' entendendo nada

De acordo com o cantor Sebastian, a igreja tem o objetivo de surpreender nos shows e essa já era uma estratégia realizada por eles.

Em nenhum momento 'tava', nem minimamente evidente, que se tratava de um evento religioso, de pregação, e, sinceramente, isso eu achei uma falta de tato e de noção por parte da produção que contrata o meu show por não avisar, conhecendo tão bem meu alinhamento ideológico, meu alinhamento. E depois eu fui sacar que essa é uma estratégia dessa Igreja, de chocar, de pegar de surpresa (...)

Banda NLM se pronuncia sobre o ocorrido

Após o ocorrido e declarações dos artistas, a banda NLM publicou uma nota sobre o ocorrido nas redes sociais. 

 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 

Uma publicação compartilhada por NLM (@wearenlm)

 

Comentários

Mais Lidas