Denúncia

Influenciadora digital denuncia próprio pai por abuso sexual; suspeito é 'pastor evangélico'

Influenciadora disse que o patriarca lhe tratava como se fosse a própria mulher

Suzyanne Freitas
Suzyanne Freitas
Publicado em 27/06/2022 às 10:55
Notícia
Reprodução/YouTube
Vítima relatou o caso à polícia com medo de que o agressor fizesse mais vítimas - FOTO: Reprodução/YouTube
Leitura:

Uma influenciadora digital identificada por Rosa Cristina dos Santos denunciou, através das redes sociais, os abusos que sofreu pelo próprio pai, um pastor evangélico. De acordo com informações do SBT, a vítima relatou o caso à polícia com medo de que o agressor fizesse mais vítimas.

Segundo ela, os abusos teriam começado aos 8 anos. Ela, que chegou a se referir ao pai como pastor evangélico, contou detalhes de como tudo aconteceu em sua infância.

“Alguém entrou lá durante a madrugada e se deitou comigo, quando eu acordei essa pessoa (que pra mim era um ladrão que tinha entrado) estava com a mão dentro da minha calcinha me acariciando”, disse a influenciadora.

“Essa é a minha primeira lembrança. Pai, na hora eu pensei em te gritar, no mínimo você mataria alguém que me tocasse… Só que eu vi essa pessoa levantar e ir até a cama dos meus irmãos, foi aí que eu enxerguei que o ladrão ERA O MEU PAI!”, completou Rosa Cristina.

 

Nos anos seguintes, o pai de Rosa Cristina teria assumido uma igreja em Brasília, e continuando com a prática criminosa dos abusos sexuais contra a família, segundo ela, mais intensos. Aos prantos, a influenciadora disse que o patriarca lhe tratava como se fosse a própria mulher.

“Você [pai] me teve como sua mulher várias vezes inclusive na cama em que dormia com a minha mãe, e com os meus irmãos deitados do lado e de baixo do mesmo cobertor”, contou.

“Você lembra da época que foi pastor? Lembra que eu não podia pintar as unhas? Lembra de quando eu fui sair de legging pra aula de educação física e você disse ‘coloca uma saia abaixo do joelho pq está marcando seu corpo e os homens vão olhar e te desejar'”, lembrou a influenciadora.

DENÚNCIA

O pai da influenciadora foi denunciado em julho de 2021. Antes disso, porém, a jovem que hoje possui 24 anos chegou a ir morar com os avós, aos 13 anos, no Maranhão.

Ela relatou o caso a eles, pedindo ajuda, mas o pai teria conseguido convencê-los de que ela estaria mentindo.

“Não posso deixar de citar o dia em que eu gritei por socorro, e você se ajoelhou de frente à minha avó e jurou pela sua mãe que nunca teria me tocado. Que loucura, né? Apanhei e fui obrigada a te pedir perdão”, contou a influenciadora.

Segundo Rosa, a sua mãe também só foi acreditar em suas denúncias quando ela já tinha 18 anos. O nome do pai da influenciadora não foi revelado e uma denúncia foi registrada contra ele no Ministério Público do Distrito Federal e Território (MODFT), que ofereceu à acusação à Justiça do DF.

O pedido foi acatado e o acusado poderá responder pelo crime de estupro de vulnerável, entre outros.

Comentários

Mais Lidas