BRASILEIRÃO

Sport fica no empate com o Santos e desperdiça nova chance de deixar a zona do rebaixamento

Leão empatou em 0x0 com o Peixe, na Arena de Pernambuco, e segue no Z-4

Sport fica no empate com o Santos e desperdiça nova chance de deixar a zona do rebaixamento

Sport e Santos se enfrentaram na Arena de Pernambuco - Foto: Bobby Fabisak/ JC Imagem

Filipe Farias | Twitter: @_filipefarias

Mesmo jogando diante de mais de cinco mil rubro-negros, o Sport não conseguiu sair do 0x0 com o Santos, neste domingo (17), na Arena de Pernambuco, pela 27ª rodada da Série A, e desperdiçou mais uma oportunidade de deixar a zona do rebaixamento. Com o empate, o Leão chegou aos 27 pontos e ocupa a 18ª colocação. Já os santistas somam 29 pontos e saltou para a 15ª posição.

A equipe leonina volta a campo na segunda-feira (25), quando encara o Palmeiras, às 21h30 (de Brasília), na Allianz Parque, pela 28ª rodada do Brasileirão.

O JOGO

Desesperados pela vitória para deixarem a zona do rebaixamento, Sport e Santos entraram em campo pressionados para buscarem o resultado positivo. E, diante desse cenário, ambos buscaram impor um ritmo mais rápido no início da partida, acelerando as jogadas principalmente pelos lados do campo.

Foi assim que o Santos criou a primeira boa oportunidade de gol. Aos 11 minutos, Marinho fez cruzamento para área e mandou na medida para Raniel, que subiu entre os zagueiros do Sport e cabeceou com perigo, para o chão, mas Maílson fez excelente defesa.

Mesmo atuando fora de casa, o Peixe foi se empolgando no campo ofensivo. Aos 16, o volante uruguaio Sánchez recebeu com liberdade pela esquerda e disparou um chute colocado, levando perigo à meta de Maílson.

A primeira boa chance rubro-negra aconteceu no minuto seguinte, quando Gustavo recuperou a posse de bola no meio de campo, arrastou a marcação... E, da meia lua da grande área, soltou um chute rasteiro, mas sem pegar bem na bola e ela se perdeu pela linha de fundo. Marcão e Everaldo ficaram na bronca, pois ambos estavam em melhores condições de arremate e não receberam o passe.

Na reta final da primeira etapa, o Santos trocava passes no campo ofensivo, pelo lado direito... Danilo Boza fez cruzamento na área virando o jogo e achou Lucas Braga livre, que dominou e disparou chute rasteiro, acertando a trave. No rebote, o próprio Lucas Braga arriscou novo chute, mandando em cima de Rafael Thyere e ganhando escanteio.

Torcida do Sport compareceu em bom número na Arena de Pernambuco
Torcida do Sport compareceu em bom número na Arena de Pernambuco
Bobby Fabisak/ JC Imagem

O Sport voltou para a segunda etapa já assustando os santistas. Logo aos dois minutos, Luciano Juba cobrou escanteio na primeira trave, Zé Welison desviou de cabeça e mandou a bola no travessão.

O volume de jogo do Leão seguia aumentando. Aos 12, Zé Welison cobrou escanteio, a zaga do Santos afastou parcialmente... E, no rebote, Ewerton alçou bola na área e Marcão emendou um voleio. Mesmo não pegando em cheio na bola, ela ganhou altura e quase encobre Jandrei, que se esticou todo para defender com a ponta dos dedos e mandou para escanteio.

Marcão, volante do Sport, quase marca um golaço de voleio
Marcão, volante do Sport, quase marca um golaço de voleio
Bobby Fabisak/ JC Imagem

A chance mais clara de gol da partida foi do Sport. Aos 24, Sander fez longo lançamento ainda do campo defensivo para Mikael... O centroavante rubro-negro dominou com o peito entre dois zagueiros santistas, girou em direção ao gol e partiu em disparada deixando os marcadores para trás. Porém, na hora de finalizar, acabou esbarrando no goleiro Jandrei, que fez a defesa com o pé e a bola saiu em escanteio.

Aos 45, Paulinho Moccelin rouba a bola de Camacho, ajeita para o arremate e dispara um chute colocado, por cima, arrancando suspiros dos torcedores na arquibancada e levando muito perigo à meta de Jandrei.

Apesar das investidas, o Sport não conseguiu tirar o zero do placar, ficou no empate com o Santos e permanece no Z-4.

Ficha do jogo

SPORT

Mailson; Ewerthon, Rafael Thyere, Sabino e Sander; Marcão, Zé Welison e Luciano Juba (Paulinho Moccelin); Gustavo (Tréllez), Everaldo (Leandro Barcia) e Mikael. Técnico: Gustavo Florentín.

SANTOS

Jandrei; Danilo Boza, Emiliano Velázquez e Wagner Leonardo (Felipe Jonatan); Marcos Guilherme (Madson), Camacho, Carlos Sánchez (Luiz Henrique), Vinicius Zanocelo e Lucas Braga; Marinho (Ângelo) e Raniel (Diego Tardelli). Técnico: Fábio Carille.

Local: Arena de Pernambuco, em São Lourenço da Mata (PE).

Árbitro: Anderson Daronco (RS).

Assistentes: Rafael da Silva Alves e Michael Stanislau (ambos do RS).

Cartões amarelos: Sander (SPO) e Carlos Sánchez, Wagner Leonardo, Madson (SAN).

Público: 5.272 torcedores.

Renda: R$ 193.550,00.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.