SãO LOURENçO DA MATA

Idosa sofre AVC e aguarda transferência em cadeira há 3 dias em UPA

A idosa, de 65 anos, precisa de transferência desde quarta-feira (15) e não consegue

Idosa sofre AVC e aguarda transferência em cadeira há 3 dias em UPA

Segundo funcionários da UPA, só há uma ambulância disponível no local - Foto: Reprodução/TV Jornal

Uma idosa de 65 anos sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC) e está na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de São ourenço da Mata, no Grande Recife, desde a última quarta-feira (15). Dona Mirian Joséfa dos Santos precisa ser encaminhada para um hospital e o deslocamento só pode ser realizada por meio de ambulância.

Muito preocupada, a filha de dona Mirian não aguenta mais ver a mãe nesta situação por falta de serviços prestados pela UPA. Como não há leito, a idosa está desde quarta-feira em uma cadeira de espera. Apenas nessa sexta-feira (17), ela passou para uma cadeira de rodas. E enquanto a situação não se resolve, a condição da idosa vai se agravando.

Procurados os responsáveis do final de semana no local, os funcionários afirmaram que os hospitais de grande porte da região não estão devolvendo as macas de volta para unidade, que funciona 24 horas e que só possuem uma ambulância disponível.

Confira a denúncia

Resposta

Confira na íntegra a resposta da unidade de saúde:

A coordenação da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de São Lourenço da Mata informa que a paciente Mirian Josefa dos Santos, de 65 anos, está internada em um leito da unidade e será transferida ainda na manhã deste sábado (18/05). Importante destacar que a paciente deu entrada na UPA no final da tarde da quinta-feira (16/05). No entanto, a família a retirou da unidade na noite da própria quinta à revelia da equipe médica. A mesma só voltou à UPA às 10h de ontem (17/05).

Por fim, a coordenação da UPA de São Lourenço da Mata ressalta que preza pelo bom atendimento aos pacientes. A unidade garante a devida assistência a todos que dão entrada no serviço, inclusive com a transferência para unidades de maior complexidade nos casos em que há indicação da médica e de acordo com a gravidade do caso."

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.