FUTEBOL

Sport sofre virada e perde para o Ceará pela Copa do Nordeste

Em jogo com três pênaltis, o Sport perdeu de virada para o Vozão

Sport sofre virada e perde para o Ceará pela Copa do Nordeste

Felipe Silva e Ricardinho marcaram para o Ceará, enquanto Marquinhos foi o autor do gol do Sport. - Foto: Stephan Eilert/cearasc.com

Davi Saboya

Com portões fechados e cumprimentos com o cotovelo entre jogadores para evitar a proliferação da pandemia do coronavírus, o Sport perdeu uma grande chance de deixar a classificação encaminhada na Copa do Nordeste. Neste domingo, no Castelão, o Leão saiu na frente, mas sofreu a virada e perdeu por 2×1 para o Ceará, em Fortaleza, pela sétima rodada. O detalhe é que a partida teve três pênaltis: cada equipe perdeu um e os donos da casa converteram o segundo. Os gols foram marcados pelo atacante Hernane Brocador, o meia Felipe Silva e o volante Ricardinho.

Com o resultado, o Leão deixou a zona de classificação e ocupa a quinta colocação com nove. Mesma pontuação do ABC, quarto colocado, mas com um gol a mais. Se a competição não for suspensa até lá pela Liga do Nordeste devido ao coronavírus, a última rodada da primeira fase acontece no próximo sábado. O Leão recebe o Confiança, às 16h, na Ilha do Retiro.

O JOGO

O clássico regional começou equilibrado com as duas equipes buscando o gol, mas errando bastante no último terço de campo. Além dos erros individuais, as defesas conseguiram parar os ataques no início. Tanto que o primeiro lance de perigo da partida aconteceu em uma falha do Sport. Depois de uma cobrança de falta, o volante Rithely falhou, o zagueiro Luiz Otávio aproveitou, avançou com a bola e acertou a trave em um chute de fora da área.

O Vozão não estava com a pontaria afiada, mas o Leão conseguiu calibrar antes. Aos 36 minutos, o atacante Marquinhos arrancou pelo lado esquerdo, cortou para o meio e mandou um chutaço no fundo das redes. No fim do jogo, os donos da casa tentaram o empate, mas não teve jeito. Além disso, o autor do gol rubro-negro sofreu um pancada na costela e deixou o campo direto sentindo dores, mas não precisou ser atendido no hospital.

No segundo tempo, o Ceará voltou melhor que o Sport. Partiu para cima e rapidamente igualou o marcador. Aos 13, o atacante Leandro Carvalho, no lado direito de ataque, passou pelo zagueiro Cleberson e o lateral-esquerdo Sander, invadiu a grande área e cruzou rasteiro para o meia Felipe Silva completar para o fundo da rede.

Pouco tempo depois desperdiçou uma grande chance de sair na frente. De novo, Leandro Carvalho invadiu a grande área e foi derrubado pelo goleiro Luan Polli. Pênalti, que o arqueiro rubro-negro defendeu de forma segura. Na resposta, o Sport não aproveitou a oportunidade de marcar o segundo gol na mesma moeda. Hernane Brocador foi lançado, saiu na cara do goleiro Fernando Prass e foi derrubado pelo zagueiro Luiz Otávio. Pênalti, que o camisa nove cobrou e acertou o travessão.

Em seguida, o duelo ficou aberto. Pela lateral esquerda, Sander cruzou para o atacante Elton, de cabeça, obrigar Fernando Prass a fazer grande defesa. Depois foi a vez do Ceará. Em nova investida, o volante Ricardinho acertou um chutaço na trave.

Mais perigoso na etapa final, o Vozão não diminuiu o ritmo. Novamente, o atacante Leandro Carvalho tentou jogada individual e foi derrubado dentro da grande área pelo meia Lucas Mugni. Outro pênalti, que desta vez, o volante Ricardo cobrou e deslocou Luan Polli.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.