BRASíLIA

Renato Feder 'declina' do convite de Jair Bolsonaro para ser Ministro da Educação

o secretário de Educação do Paraná, Renato Feder, se pronunciou no Twitter sobre o MEC

Renato Feder 'declina' do convite de Jair Bolsonaro para ser Ministro da Educação

Renato Feder não vai assumir o Ministério da Educação - Foto: Reprodução

Em uma publicação nas redes sociais, o secretário de Educação do Paraná, Renato Feder, avisou que não vai ser ministro da Educação. Ele relatou que recebeu o convite do presidente Jair Bolsonaro na última quinta-feira (2). O Ministério da Educação está sem o titular da pasta desde a saída de Abraham Weintraub, no dia 18 de junho.

 "Agradeço ao presidente Jair Bolsonaro, por quem tenho grande apreço, mas declino do convite recebido. Sigo com o projeto no Paraná, desejo sorte ao presidente e uma boa gestão no Ministério da Educação", escreveu Renato Feder no Twitter.

Sem ministro de Educação

O presidente Jair Bolsonaro chegou a escolher o economista Carlos Alberto Decotelli para o ministério. No entanto, o governo pediu para deixar o cargo após questionamentos a seu currículo, no qual inclusive ele incluiu os seis dias que ficou como ministro da Educação, mesmo sem a posse oficial.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.