ELEIçõES 2020

Eleições já resultaram em 53 prisões, diz Ministério da Justiça

Dois inquéritos policiais foram instaurados neste domingo de 2º turno nas eleições 2020

Eleições já resultaram em 53 prisões, diz Ministério da Justiça

Segundo turno das eleições 2020 acontecem neste domingo (29) - Foto: Rovena Rosa/ABr

Agência Brasil

Balanço atualizado do Ministério da Justiça e Segurança Pública registra que, até as 15h deste domingo (29) de eleições, 254 ocorrências foram registradas e 53 prisões ou conduções foram realizadas. Três inquéritos já foram instaurados e 19 termos circunstanciados foram lavrados. Segundo o MJ, uma arma e um veículo foram apreendidos até o momento, além de R$ 16,3 mil e diversos materiais de campanha.

Dos 197 crimes eleitorais flagrados até o momento, 52 foram por boca de urna; oito por compra de votos; quatro por concentração de eleitores; 94 por desobediência às ordens da Justiça Eleitoral; 35 por desordem que prejudique os trabalhos eleitorais; um por falsidade ideológica; um por "fatos e imputações inverídicas" (fake news); um por impedimento ou embaraço ao exercício do voto; e um por transporte de eleitores.

Há também 42 ocorrências de indicações de desinformação sobre o processo eleitoral. Entre os 10 incidentes de segurança pública e defesa social, quatro foram por bloqueio de vias; três por atendimentos de urgência e emergência; dois por falta de energia; e um por manifestações.

Integrantes da Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, do Ministério da Defesa, Tribunal Superior Eleitoral, representantes dos estados e de outros órgãos do governo federal têm acesso às ocorrências. A Operação Eleições 2020 conta com efetivo de 95.879 agentes e o apoio de 14.556 viaturas.

Leia também: 2º turno tem compra de votos, prisão de mesária e falta de energia

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.