PRISÃO

Homem suspeito de participar do assassinato de padre radicado em Pernambuco é preso

Padre José Ronaldo de Brito, de 37 anos, foi encontrado morto dentro da casa onde morava

Homem suspeito de participar do assassinato de padre radicado em Pernambuco é preso

Padre José Ronaldo de Brito, assassinado no Pará - Foto: Cortesia

Um homem suspeito de participar do assassinato do padre que nasceu na Paraíba, mas que viveu por muitos anos em Pernambuco, morto na cidade de Santarém, foi preso. No momento da abordagem policial, ele estava dirigindo o carro do pároco. O homem foi levado para a penitenciária local.

>>Padre paraibano radicado em Pernambuco é morto dentro de casa, no Pará

 

Quem era o padre?

O padre morava no bairro da Bela Vista do Juá. Na cidade paraense, José Ronaldo prestava serviços na Paróquia de Belterra e era coordenador da Pastoral Carcerária. No primeiro dia do ano, o religioso chegou a celebrar uma missa e informou aos fiéis que entraria de férias e viajaria para sua terra natal. 

Amigos do padre informaram que ele estava prestes a concluir a edição de um livro, que se chamava “Aliança: raízes de um povo”. Ele também trabalhava em uma campanha em prol do Parque Ambiental de Aliança. José Ronaldo também era historiador e sociólogo. 

Enterro

O corpo do padre foi enterrado em um cemitério particular de Santarém.

Relembre o crime

José Ronaldo de Brito, de 37 anos, era muito conhecido na cidade de Aliança, na Zona da Mata Norte pernambucana, onde viveu. Ele foi encontrado, nesse domingo (3), com várias perfurações no corpo. A suspeita da polícia é que o religioso tenha sido assassinado no primeiro dia do ano. 

Homenagem

Em nota, a Arquidiocese de Santarém pediu orações aos fieis. “A Arquidiocese de Santarém, envolvida pelo sentimento de consternação, vem informar o falecimento de Padre Jose Ronaldo Brito, pároco da Paróquia Santo Antônio de Pádua de Belterra. Outras informações relacionadas ao fato serão divulgadas posteriormente. Pedimos as orações da comunidade cristã em nossa Arquidiocese”, disse a nota, assinada pelo Arcebispo Metropolitano de Santarém, Dom Irineu Roman.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.