PONTO FACULTATIVO

Carnaval 2021 em Pernambuco: "Feriado está suspenso", afirma secretário

O motivo, de acordo com o secretário, é manter os protocolos sanitários contra a covid-19 e evitar aglomerações

Carnaval 2021 em Pernambuco:

Rodrigo Novaes, secretário de Turismo e Lazer de Pernambuco, divulgou a decisão sobre a suspensão do Carnaval 2021 - Foto: Foto: Divulgação

Durante coletiva online do Governo de Pernambuco sobre a covid-19 no Estado nesta quinta-feira (28), foi anunciado que o ponto facultativo nas repartições públicas estaduais na segunda e terça de Carnaval foi cancelado este ano.

>>>Acompanhe, ao vivo, a coletiva do Governo de Pernambuco sobre a covid-19

"No mês de dezembro, o comitê entendeu por suspender o Carnaval neste ano de 2021, por razões óbvias de aglomerações. E agora, portanto, o Governo vem anunciar a suspensão do ponto facultativo no período do carnaval. Portanto, a segunda-feira e a terça-feira, que eram ponto facultativo por todos esses anos, não serão este ano.", afirmou o secretário de Turismo e Lazer, Rodrigo Novaes.

O motivo, ainda segundo Novaes, é a importância de seguir os protocolos sanitários e evitar aglomerações. "É muito importante que no período que se aproxima, de carnaval, as famílias continuem respeitando os protocolos para que todos nós possamos enfrentar esse momento com o máximo de tranquilidade possível. Está suspenso, portanto, o ponto facultativo na segunda e terça-feira. Trabalho normal para os servidores públicos", definiu.

Acompanhe ao vivo

Redução nos números

"Comparando os últimos 15 dias, tivemos uma redução de 11%. Em relação a leitos de UTI, tivemos uma redução de 5% de internação em UTI, mas tivemos aumento na enfermaria", disse o secretário estadual de Saúde, André Longo. Apesar da redução nas UTIs, Longo reforçou que a queda ainda não traz segurança. "Não tivemos nenhum tipo de queda sustentada de transmissão. Os números ainda são preocupantes e ainda temos uma transmissão ativa do vírus, o que reforça permanentemente a necessidade dos cuidados", completou.

Praias e parques

Sobre o comportamento em praias e parques do estado, o secretário estadual de saúde não descarta tomar medidas mais restritivas em caso de descumprimento dos protocolos sanitários. "Percebemos uma melhora de comportamento nas praias, porém, nos parques, ainda existe uma resistência em relação ao uso da máscara. Caso o comportamento negacionista de alguns tiver repercussão nos indicadores, poderemos sim adotar medidas mais rígidas em relação a esses espaços públicos", afirmou. 

Início da vacinação

Sobre a vacinação contra a covid-19, Dr.André Longo se diz esperançoso, porém, ressaltou a importância de respeitar a prioridade dos grupos prioritários e o tempo para ocorrer a imunização. "Também quero reforçar que o início da vacinação nos enche de esperança, mas ainda vai levar um tempo para proteger os grupos prioritários. A vacinação precisa das duas doses para que a imunização aconteça e seja eficaz", disse.

Idosos acima dos 85 anos

Longo reforçou a importância da vacinação nos idosos com idade superior a 85 anos. "Essa faxa etária, apesar de representar 1% da nossa população, é responsável por 15% das mortes em nosso estado. Quando infectados, 70% desses idosos acabam por adquirir a forma mais grave do vírus"

Ampliação da vacinação 

Sobre a vacinação dos trabalhadores de saúde, o secretário afirmou que, em breve, equipes de saúde primária também serão vacinadas. "Com as novas remessas de vacinas do Butantan, nós também estamos ampliando a vacinação dos trabalhadores da saúde, ultrapassando muito em breve a perspectiva da linha de frente. Alguns municípios estão já vacinando a equipe de saúde primária. É preciso ficar claro que só iremos avançar para uma nova fase, depois que todos os indivíduos da primeira fase sejam vacinados", declarou.

Cuidados

Longo aproveitou também para reforçar os cuidados e a necessidade de seguir os protocolos de saúde. "Quero reforçar que todos precisam manter o uso das máscaras de forma correta sempre que sair de casa, a lavagem frequente das mãos e o uso, por vezes do álcool em gel, e manter o distanciamento físico necessário. Mais que nunca, é preciso manter o respeito e empatia com a vida e com os outros."

Números no Estado

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) registrou, nesta quinta-feira (28), 1.494 casos da Covid-19. Entre os confirmados hoje, 71 (4,7%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 1.423 (95,3%) são leves.

>>Covid-19: Veja como agendar vacinação para idosos acima de 85 anos em Caruaru

Agora, Pernambuco totaliza 256.977 casos confirmados da doença, sendo 30.915 graves e 226.062 leves.

>>Idosa de 98 anos relata alívio após ser vacinada contra a covid-19: 'Estava com vontade de tomar logo'

Mortes

Também foram confirmados 28 óbitos, ocorridos entre 21/10/2020 e 27/01/2021. Com isso, o Estado totaliza 10.279 mortes pela Covid-19.

O que é coronavírus?

Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China.Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.

A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem com o tipo mais comum do vírus. Os coronavírus mais comuns que infectam humanos são o alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1.

Como prevenir o coronavírus?

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus. Entre as medidas estão:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.
  • Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com freqüência.
  • Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (mascára cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).
  • Para a realização de procedimentos que gerem aerossolização de secreções respiratórias como intubação, aspiração de vias aéreas ou indução de escarro, deverá ser utilizado precaução por aerossóis, com uso de máscara N95.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.