PROTEçãO A CRIANçAS E JOVENS

Integrantes do Bolsa Família poderão receber dinheiro extra, via bônus por mérito

Ministério da Cidadania vai ampliar idade máxima de beneficiados pelo Criança Feliz e conceder bônus para alguns beneficiários do Bolsa Família


Integrantes do Bolsa Família poderão receber dinheiro extra, via bônus por mérito

O Governo Federal pretende criar um bônus por mérito, para os beneficiados pelo Bolsa Família - Foto: Divulgação/PF

Com informações do Ministério da Cidadania

A idade máxima dos beneficiados pelo Programa Criança Feliz passará de 36 meses para cinco anos e 11 meses. O anúncio foi feito nessa quarta-feira (3), pelo ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, que cumpre agenda no município de Guaíba (RS). Ele esteve acompanhado pelo secretário Especial de Desenvolvimento Social, Sérgio Queiroz, e pela secretária Nacional de Atenção à Primeira Infância, Luciana Siqueira. Atualmente, são 1,1 milhão de atendidos pela iniciativa, incluindo gestantes e crianças de zero a três anos.

>> Bolsa Família: mais beneficiários começam a receber via Caixa Tem

>> Confira o calendário de pagamentos do Bolsa Família em 2021

Aumento da idade máxima

“O programa Criança Feliz vai atualmente até os 36 meses. Agora vamos estender esse cuidado, essa estimulação, com a Secretaria da Primeira Infância, até os cinco anos e 11 meses, que é a porta de entrada para a primeira série do ensino fundamental. Isso porque sabemos como é importante desenvolver todo o potencial da criança: cognitivo, social e afetivo. O prazer em aprender é desenvolvido a partir do terceiro ano de idade, até quase os seis anos. A conjugação das ações permitirá que uma criança de uma família pobre, vulnerável, chegue à primeira serie do ensino fundamental com a mesma condição de uma de classe média. Hoje, ela chega com 40 vezes menos capacidade”, disse o ministro Onyx Lorenzoni.

>> Confira o calendário do 13º do Bolsa Família, e saiba se tem direito e como receber valor máximo

>> Bolsa Família: “Diferente do Governo Federal, Pernambuco entende importância”, diz Paulo Câmara

>> Secretário de Pernambuco detalha calendário de pagamento do 13º do Bolsa Família

Bolsa Família

O Governo Federal também pretende integrar ao conjunto de ações de proteção às crianças e jovens do país o bônus por mérito, aos beneficiados pelo Bolsa Família. As mães dos estudantes que se destacarem nos Jogos Escolares Brasileiros ou nas Olimpíadas do Conhecimento terão crédito extra no programa de transferência de renda.

“A criança que se destacar no JEBs ganhará um prêmio, e depois um estímulo ao esporte, uma pequena bolsa, que vai se agregar ao Bolsa Família da mãe. Se a mãe ganha R$ 200, a família vai ganhar mais R$ 100, ou seja 50% serão agregados, porque a criança é boa no esporte. E nas Olimpíadas do Conhecimento, vamos premiar, em 17 áreas do conhecimento, as 10 mil crianças do Bolsa Família que se destacarem, também com o valor de R$ 100, para que a família não tire ela do estudo para fazer outra atividade, em busca de rendimento”, afirmou o ministro da Cidadania.

>> Paulo Câmara divulga calendário do 13º do Bolsa Família nesta terça (26); veja se tem direito

>> Calendário do Bolsa Família 2021: veja quando recebe e se será via Caixa Tem

>> Governo amplia prazo de saques do Bolsa Família

Criança Feliz

O Criança feliz é um programa do Governo Federal que trabalha o desenvolvimento infantil, habilidades cognitivas e motores das crianças, além do fortalecimento da parentalidade (vínculo e papel dos cuidadores na vida da criança), tudo por meio de brincadeiras propostas pelos visitadores, a partir da visitação domiciliar às famílias. A iniciativa está presente em 2.928 municípios brasileiros. Já foram realizadas mais de 40 milhões de visitas, com atendimento a mais de 1,1 milhão de crianças e gestantes. 

>> Após auxílio emergencial, Bolsa Família pode atender mais pessoas

>> OCDE: Relatório sugere aumento de valores do Bolsa Família

>> Entenda como Bolsa Família pode ser opção a auxílio emergencial em 2021

>> Bolsa Família: Proposta prevê reajustes e pagamento de abono natalino

Bolsa Família será o novo auxílio emergencial em 2021?

Sem um substituto para o auxílio emergencial, o governo federal anunciou que deve preparar uma Medida Provisória (MP) para reestruturar o Bolsa Família em 2021. A ideia é reajustar valores e criar novas bolsas dentro do limite da folha orçamentária de R$ 34,8 bilhões já determinada para este ano.

Os novos pagamentos criados seriam por mérito escolar, esportivo e científico e ainda há previsão de ser liberado um auxílio-creche dentro do programa destinado às mães de filhos pequenos. Além disso, o valor pago no Bolsa Família seria aumentado para a média de R$ 200 contra os R$ 190 atuais.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.