CORONAVAC

Vacina: Veja quando Estados recebem novas remessas da CoronaVac, após Brasil receber insumos para 8,6 milhões de doses

Vacina CoronaVac é produzida pelo Instituto Butantan

Vacina: Veja quando Estados recebem novas remessas da CoronaVac, após Brasil receber insumos para 8,6 milhões de doses

Vacina - Foto: Reprodução/NE10 Interior

O Brasil recebeu na noite da quarta-feira (3) um avião que trouxe 5,4 mil litros de insumos para a fabricação da CoronaVac pelo Instituto Butantan, em São Paulo. De acordo com o Instituto, com os produtos, será possível fabricar mais 8,6 milhões de doses da fórmula. 

O avião pousou no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, São Paulo, faltando pouco para a meia-noite e foi acompanhado pelo governador de São Paulo, João Doria (PSDB) e pelo diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas. 

De acordo com o Butantan, a previsão é que as 8,6 milhões de doses sejam produzidas em até 20 dias. Os novos lotes produzidos a partir destes insumos recebidos agora devem começar a ser entregues ao Ministério da Saúde no próximo dia 25 deste mês de fevereiro. Após receber as doses, o Ministério da Saúde envia as vacinas aos Estados e ao Distrito Federal que redistribuem entre os municípios. 

Milhões de doses

A expectativa do Butantan é receber até abril insumos suficientes para produzir 46 milhões de doses. "Vão chegar mais insumos na semana que vem, no dia 10, e até o final do mês esperamos mais 10 mil litros. Então não pararemos até entregar todo o quantitativo de 100 milhões de doses, que deve ser até agosto, começo de setembro", disse Dimas Covas, segundo o G1. “Vamos trabalhar para que essas vacinas sejam disponibilizadas o mais rápido possível", concluiu o diretor do Butantan.

Para o governador João Dória, as vacinas são essenciais para a retomada da normalidade. "Nós torcemos e pedimos para que mais vacinas sejam disponibilizadas para atender mais brasileiros em todo Brasil. Quanto mais rápido vacinarmos, mais rápido sairemos da crise, mais rápido a economia retoma", disse o governador.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.