MOBILIDADE

Passageiros realizam protesto no 1º dia útil após aumento de passagem de ônibus no Grande Recife

Passageiros de ônibus atearam fogo na entrada do Terminal Integrado de Passageiros de Igarassu


Passageiros realizam protesto no 1º dia útil após aumento de passagem de ônibus no Grande Recife

Passageiros atearam fogo na entrada do Terminal Integrado de Passageiros de Igarassu - Foto: Wellington Lima/ TV Jornal

Os ônibus que circulam pelo Terminal Integrado de Passageiros de Igarassu, na Região Metropolitana do Recife, foram impedidos de entrar e sair do local, na manhã desta segunda-feira (8), por conta de um protesto realizado no local. A manifestação ocorre no primeiro dia útil após o aumento da passagem de ônibus.

Pneus, lixo e outros materiais estão sendo queimados na entrada do terminal, e, por conta do protesto, os coletivos não entram nem saem da Integração. A Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros tiveram que ser acionados. A interdição começou por volta das 5h. 

 

>> Paulo Câmara vai baixar passagem em horário social no Grande Recife

>> Integração temporal: aumentam linhas de ônibus a partir deste sábado (16)

 

Segundo os manifestantes, o protesto começou após um motorista não parar o ônibus para levar os passageiros sentido centro do Recife.  "Nós estamos tentando resolver desse jeito porque todos os dias nós sofremos [no Terminal]. Não é só hoje porque está assim. Mas hoje chegou no limite!", disse Flávio, que participa do protesto. "A empresa Itamaracá, que é a que rege o transporte aqui, faz um serviço mal prestado. Os funcionários não dão informação. A gente precisa esperar 40 minutos por algumas linhas. Eles colocam ônibus grandes para trajetos curtos e ônibus pequenos para trajetos longos, é uma falta de organização", completou o passageiro.

A má qualidade do serviço também é alvo de críticas da passageira Claudênia. “Os fiscais não colocam ônibus suficiente. Quando o pessoal vai reivindicar eles ficam rindo. A gente hoje está pagando uma passagem mais cara. Diminuíram a frota de ônibus, mulheres não embarcam porque os homens machucam”, reclamou.   

Aumento da passagem de ônibus 

O Conselho Superior de Transporte Metropolitano (CSTM) aprovou, nesta sexta-feira (5), o reajuste de mais de 8% na passagem de ônibus da Região Metropolitana do Recife. O valor do aumento havia sido sugerido pelo governo de Pernambuco, gestor do sistema. O aumento no valor das tarifas terá início a partir do próximo domingo. 

Também foi aprovada a criação do Horário Social, quando a passagem custará $ 0,40 (quarenta centavos) mais barata nos horários fora-pico e apenas para quem paga com o cartão VEM Comum.

Novos valores 

As entidades da sociedade civil representadas no Conselho - Frente de Luta Pelo Transporte Público (FLTP) e Frente dos Usuários do Transporte Público - ainda tentaram evitar o aumento, sem sucesso. Nem mesmo a participação do Ministério Público de Pernambuco (MPPE) como ouvinte foi suficiente para conseguir reduzir o índice de reajuste ou adiar a entrada em vigor do aumento - como a instituição pleiteava.

O Conselho aprovou o aumento de 8,7% para o Anel A, que passará de R$ 3,45 para R$ 3,75, e de 8,5% no Anel B, que subirá de R$ 4,70 para R$ 5,10.

Sobre o Horário Social 

Também foi aprovado o Horário Social, uma estratégia do sistema para reduzir o preço da passagem de ônibus nos horários de menor movimento no sistema - das 9h às 11h e das 13h30 às 15h30 -.

No Horário Social, o Anel A custará R$ 3,35, e o Anel B, R$ 4,60. O Horário Social ajudaria a pulverizar a superlotação dos ônibus nos horários de pico, quando mais da metade dos passageiros se deslocam concentrados em quatro horas - duas pela manhã e duas à noite.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.