RECIFE

Polêmica da CTTU: Homem que aparece em vídeo esclarece que é ourives e que agente comprou aliança para noivado

No final de semana, um vídeo circulou nas redes sociais informando que agente da CTTU estava sendo subornado com uma aliança de ouro


Polêmica da CTTU: Homem que aparece em vídeo esclarece que é ourives e que agente comprou aliança para noivado

O vídeo foi gravado na Rua da Palma, no bairro do Recife - Foto: Reprodução/TV Jornal

A polêmica envolvendo um suposto suborno cometido por um agente da CTTU (Autarquia de Trânsito e Transporte) no centro do Recife parece que está perto do fim. A TV Jornal encontrou o homem que entregou a aliança ao agente. Ele disse que é ourives e que o agente era cliente dele. 

O homem se identificou como Carlos Moura. "No dia 14 de janeiro o agente de trânsito fez um orçamento comigo e fechamos em um par de alianças de ouro. Eu entreguei no dia 20 e, após a data do noivado, a aliança dele ficou um pouco apertada. Na última sexta-feira (13), ele veio no horário de almoço dele para poder ajustar a aliança. Quando foi no final do dia, por volta das 16h, ele foi buscar", explicou Carlos. 

O caso ganhou repercussão quando um homem filmou o momento em que o agente da CTTU provava a aliança. Pela distância, não é possível ouvir a conversa entre Carlos e o agente da CTTU, apenas a narração do vídeo. Na gravação, a pessoa que gravou diz que se tratava de um caso de suborno. 

Investigação

O vídeo que viralizou teve tanta repercussão que até o prefeito da cidade, João Campos (PSB), disse que queria uma investigação sobre o caso. A CTTU informou na segunda-feira (15) que os agentes que aparecem no vídeo foram ouvidos e que o caso segue sendo investigado. 

O sindicato dos Guardas Municipais lançou uma nota repudiando o teor do vídeo.

Leia a nota na íntegra:

"Tendo em vista uma filmagem maliciosa que circula através de redes sociais desde o último dia 13/02/2021, esta entidade afirma a toda SOCIEDADE Recifense, que se trata de inverdades criadas por uma pessoa, que já foi identificada e que as providências estão sendo tomadas no sentido de punir, inclusive criminalmente, buscando a reparação por danos morais, afirmamos que a entidade classista, colocou todo o corpo jurídico para os aguerridos servidores da segurança pública, reafirmando que a GUARDA MUNICIPAL DO RECIFE, tem em seus quadros verdadeiros servidores, compostos por homens e mulheres de bem, e que tal imputação além de ser caluniosa, atinge a todos os pais e mães de famílias da “farda azul marinho”, não sendo tolerável atos dessa natureza em uma sociedade que clama por justiça, transparência e honestidade.

O Sindicato da categoria – SINDGUARDAS RECIFE, manifesta seu total repúdio às declarações/filmagens imputando falsamente crime a dois servidores municipais, guardas municipais, que estavam no seu exercício regular da sua profissão É inadmissível um conduta dessa natureza, devendo ser severamente punido.

Além de defender a ruptura do processo democrático, criando falsamente uma notícia que sabe que é inverídica, expõe servidores que doam suas próprias vidas no combate a criminalidade, sendo um absurdo tamanha exposição.

O SINDGUARDAS-RECIFE permanecerá firme a defesa do Estado Democrático Direito e das instituições constitucionalmente fundadas. Não se trata de uma luta meramente política, mas sim da defesa dos direitos individuais, da democracia e da vida de pais e mães de família que defendem a sociedade recifense."

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.