TRISTEZA

Guitinho da Xambá, do grupo Bongar, tem morte confirmada após ficar na UTI

Recentemente, Guitinho da Xambá havia se recuperado de um acidente vascular cerebral (AVC)

Guitinho da Xambá, do grupo Bongar, tem morte confirmada após ficar na UTI

Guitinho da Xambá, música do grupo Bongar - Foto: Reprodução/Instagram

O músico Guitinho da Xambá, vocalista do grupo Bongar, teve a morte confirmada nesta quarta-feira (17), através de uma publicação feita pela banda nas redes sociais. Na última semana, ele havia se recuperado de um acidente vascular cerebral (AVC) e estava sendo acompanhado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital particular, em Olinda. A causa da morte do pernambucano não foi revelada, mas a reportagem tenta contato com parentes de Gutinho da Xambá. 

''Nosso querido Guitinho da Xambá se encantou. GUITINHO ETERNAMANTE!'', escreveu Marileide Alves, esposa do músico.

Grupo Bongar

O grupo Bongar foi criado com a intenção de preservar e difundir a cultura do Coco da Xambá, festa realizada há mais de 40 anos, em Olinda. Formado em 2001, por seis ogãs do terreiro da Xambá, do Quilombo do Portão do Gelo, o Bongar se tornou um dos grupos mais importantes na divulgação da cultura popular e religiosa de matriz africana em Pernambuco.

A história do Grupo Bongar foi contada no documentário Festa de Terreiro, gravado em junho de 2012. Nele, integrantes da banda, familiares e outros membros da Nação Xambá contam histórias e relembram momentos do Grupo Bongar na comunidade. Assista o documentário abaixo. 

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.