PANDEMIA DO NOVO CORONAVíRUS

Pazuello afirma que estados vão receber 230 milhões de doses da vacina até julho

Próximas doses devem chegar ainda em fevereiro

Pazuello afirma que estados vão receber 230 milhões de doses da vacina até julho

Vacina - Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, anunciou nesta quarta-feira (17), durante reunião virtual com governadores, que até o mês de julho serão distribuídos aos estados 230,7 milhões de doses de vacinas contra a covid-19.

De acordo com o ministério, as próximas entregas aos estados acontecem ainda em fevereiro. Serão dois milhões de doses da vacina desenvolvida pela AstraZeneca, em parceria com a Fiocruz, importadas da Índia, e 9,3 milhões de doses da CorononaVac, desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac, em parceria com o Instituto Butantan, produzidas no Brasil. Em março, a pasta também aguarda a chegada de 18 milhões de doses da vacina do Butantan, e mais 16,9 milhões de doses do imunizante da AstraZeneca.

O governador do Piauí, Wellington Dias, coordenador da temática de vacina no Fórum Nacional de Governadores, comemorou a definição do cronograma.

O cronograma do primeiro semestre apresentado pelo ministro Eduardo Pazuello também leva em conta as negociações com a farmacêutica União Química e o Instituto Gamaleya, para a vacina russa Sputinik V, e com a Precisa Medicamentos e o laboratório indiano Bharat Biotech, para a Covaxin. A previsão é de que o contrato com os dois laboratórios seja assinado ainda nesta semana.

Cronograma

O governador Wellington Dias informou que o cronograma completo com o quantitativo de vacinas por estado será divulgado pelo Ministério da Saúde até a próxima segunda-feira. Dias também avaliou como positiva a regularização na entrega de insumos ao Instituto Butantan e à Fiocruz para a produção de vacinas.

Segundo o Ministério da Saúde, com a incorporação de tecnologia para produção do Insumo Farmacêutico Ativo (IFA), a União Química deverá produzir no Brasil 8 milhões de doses da vacina Sputnik V por mês. Já a Precisa Medicamentos deve importar da Índia 20 milhões de doses da Covaxin até maio.

Sobre as doses da vacina Oxford/AstraZeneca importadas pelo consórcio Covax Facility, a informação é de que serão entregues 2,6 milhões em março e outras oito milhões até junho, totalizando 10,6 milhões de doses.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.