PANDEMIA

Covid-19: com taxa de 97% nas UTIs, pacientes sofrem à espera de uma vaga na rede pública de Pernambuco

Na frente das unidades de saúde, parentes dos pacientes se revezam diariamente em busca de informações

Covid-19: com taxa de 97% nas UTIs, pacientes sofrem à espera de uma vaga na rede pública de Pernambuco

Além dos leitos que não acompanham a demanda, algumas cidades também já encontram dificuldade para repor o estoque de oxigênio para os pacientes - Foto: Helia Scheppa/ SEI

Com 97% dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) ocupados, quem precisa de uma vaga nos hospitais da rede pública de Pernambuco têm enfrentado dias de espera e muita expectativa. Na frente das unidades de pronto atendimento, parentes de pacientes com o novo coronavírus (covid-19) revezam diariamente em busca por informações.

É o caso da empreendedora Verônica Petine que esperava pela transferência do pai de 80 anos que está com suspeita de contaminação por covid-19. O idoso deu entrada na UPA de Lagoa Encantada, na semana passada, e mesmo sendo um caso de urgência ainda não tinha previsão de ser levado para um hospital com leito de UTI. Depois de horas a espera de notícias, Verônica foi avisada que o pai conseguiu um leito de UTI no Hospital Brites de Albuquerque, em Olinda.

Falecimento

O pai da empreendedora Verônica Petine não resistiu à covid-19 e acabou falecendo. Após esperar cinco dias por um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), ele conseguiu na terça-feira (23). No entanto, o idoso veio a óbito, nessa quarta-feira (24), e o sepultamento ocorreu nesta quinta (25).

Angústia

Porém, a angústia continua para muitos que aguardam uma vaga. Há 6 dias, a mãe da doméstica Mercia Simplicio, de 72 anos também esperava pela transferência para um leito de UTI. Diante da demora e das comorbidades da idosa, a doméstica temia o pior.  

>>Covid-19: em 19 dias, março se torna mês mais letal da pandemia no Brasil

Dificuldade

Além dos leitos que não acompanham a demanda, algumas cidades também já encontram dificuldade para repor o estoque de oxigênio para os pacientes. É o caso do município de Brejo da Madre de Deus, no Agreste do Estado.

>>Média de mortes por covid-19 cresce há um mês, diz Fiocruz

Leitos

Relatos de espera para conseguir vagas são cada vez mais comuns nas unidades de saúde que realizam o atendimento inicial dos pacientes com sintomas da doença. A disputa por leitos de UTI nos hospitais é cada mais mais evidente. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, atualmente Pernambuco conta com 2.216 leitos dedicados a covid-19, sendo 1.391 de UTI.

Resposta

A Secretaria de Saúde do Estado disse que a UPA do Ibura repassa informações às famílias dos pacientes por contato telefônico ou videochamada. E que o médico responsável tenta fazer o contato diariamente. Disse também que a unidade ainda repassa informações de forma presencial aos parentes que, porventura, dirijam-se à unidade. Em relação às transferências, a secretaria informou que a central de regulação do Estado tem procurado atender a todas as demandas em tempo hábil.

Covid-19 em Pernambuco

Nesta terça-feira (23), a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) registrou 2.172 casos da Covid-19. Entre os confirmados hoje, 223 (10%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 1.949 (90%) são leves.

Agora, Pernambuco totaliza 333.498 casos confirmados da doença, sendo 34.836 graves e 298.662 leves.

Mortes

Também foram confirmados 64 óbitos, ocorridos entre 20/08/2020 e 22/03/2021. Com isso, o Estado totaliza 11.762 mortes pela Covid-19.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.