TRANSPORTE PúBLICO

Cadastro do VEM Social para quem perdeu o emprego na pandemia da covid-19 é adiado

Ao todo, 20 mil pessoas poderão receber R$ 75 por mês para usar o VEM Social na Região Metropolitana do Recife

Cadastro do VEM Social para quem perdeu o emprego na pandemia da covid-19 é adiado

VEM Social vai fornecer R$ 75 por mês para 20 mil pessoas que perderam o emprego durante a pandemia da covid-19 - Foto: Tião Siqueira/JC Imagem

Com informações de Roberta Soares, do Jornal do Commercio

As pessoas que ficaram desempregadas durante a pandemia da covid-19 precisam esperar mais uma semana para realizar o cadastro no VEM Social e conseguir ter o direito de utilizar gratuitamente o transporte público da Região Metropolitana do Recife. A expectativa era que o cadastramento começasse nesta segunda-feira (05). No entanto, de acordo com a apuração da repórter Robert Soares, do Jornal do Commercio, o inicio foi adiado em pelo menos uma semana. A nova previsão de início na semana que vem, mas ainda não há uma data definida.

O benefício do VEM Social foi sancionado no dia 22 de março pelo governador Paulo Câmara. Ao todo, 20 mil pessoas que perderam o emprego durante a pandemia e ganhavam até dois salários mínimos vão receber R$ 75 por mês. O programa está previsto no Programa de Transporte Social do Sistema de Transporte Público da RMR. Clique aqui, acesse o Jornal do Commercio e tenho acesso ao texto da lei completo.

De acordo com o texto enviado à Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), a inscrição da população será realizada pela Secretaria de Trabalho, Emprego e Qualificação, que deverá encaminhar os cadastros ao Grande Recife Consórcio de Transportes Metropolitano (CTM), seguindo os critérios de elegibilidade previstos no projeto. 

Cadastramento e utilidade

Ainda acordo com as informações apuradas por Roberta Soares, o processo de cadastramento da população será digital. De acordo com o Governo de Pernambuco, a regulamentação dos processos para inclusão dos beneficiados e distribuição dos cartões estava prevista para ser concluída em 15 dias, mas não foi possível.

> Grande Recife Consórcio anuncia reforço de ônibus, mas passageiros ainda reclamam

As secretarias de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Seduh), de Trabalho, Emprego e Qualificação (Seteq) e o Grande Recife Consórcio de Transportes Metropolitano (CTM) estão à frente da criação do VEM Social. Os cartões com passagens gratuitas terão um crédito mensal de 20 bilhetes do Anel A, que custa, atualmente, R$ 3,75 no horário de pico, e R$ 3,35 entre 9h às 11h e 13h30 às 15h30.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.